ISOCELL Bright HM1 108MP: Recursos do sensor Galaxy S20 Ultra

ISOCELL Bright HM1 108MP Samsung Galaxy S20 Ultra Detalhes

Recentemente, o fabricante sul-coreano apresentou os mais recentes flagships do Samsung Galaxy S20. A versão maior, o Galaxy S20 Ultra, apresenta o novo sensor ISOCELL Bright HM1 108MP. Agora, a empresa revelou o que precisamos saber sobre o novo sensor.

Tecnologia nonacell e o milagre dos sensores

Em uma escala de 1 / 1,33 ″ com 108 milhões de pixels 0,8 μm, o ISOCELL Bright HM1 108MP apresenta a primeira tecnologia Nonacell do setor, que oferece imagens mais brilhantes em condições de pouca luz.

Nonacell é uma versão aprimorada do Tetracell com estrutura três por três pixels. No HM1, o Nonacell mescla nove pixels vizinhos de 0,8 μm para imitar um pixel grande de 2,4 μm, mais do que duplicando a absorção de luz do Tetracell.

À medida que o número de células vizinhas aumenta, aumenta também o número de células interferência de cores. No entanto, o HM1 108MP usa tecnologia ISOCELL Plus da Samsung e reduz drasticamente a interferência, minimiza a perda visual e o reflexo da luz.

Para oferecer o melhor resultado possível sob quaisquer condições, o HM1 108MP combina o Nonacell com várias tecnologias, como Smart-ISO que produz imagens mais realistas selecionando o ISO ideal.

Quando prevalecem as condições de iluminação mista, a tecnologia HDR em tempo real da ISOCELL Bright HM1 108MP otimiza a exposição, criando imagens mais naturais.

Ao combinar a exposição apropriada a cada pixel, o HM1 108MP é capaz de capturar várias imagens de exibição simultaneamente, criando imagens HDR em tempo real.

ISOCELL Bright HM1 108MP Samsung Galaxy S20 Ultra Detalhes

O ISOCELL Bright HM1 108MP suporta estabilização eletrônica de imagem (EIS) com base em um giroscópio e Super-PD. É uma tecnologia avançada de detecção de fase que obtém foco automático rápido e preciso. Portanto, as imagens são mais nítidas.

Por fim, o HM1 108MP permite visualizar e tirar fotos com Zoom sem perdas de 3x, mantendo sua qualidade. Isso é possível graças à conversão direta dos pixels pelos sensores.