iPhone Xs, Xs Max e Xr: falta o efeito surpresa

iPhone Xs, Xs Max e Xr desde ontem, eles dominam o cenário do mercado de smartphones, pelo menos do ponto de vista da mídia. A era de Steve Jobs está longe, na época havia o máximo sigilo em torno dos eventos de apresentação da Apple. A maioria das características dos produtos hoje é antecipada semanas antes por rumores e vazamentos. Os tempos estão mudando, assim como a empresa Cupertino.

A Apple passou por uma transforma√ß√£o quase camale√īnica nos √ļltimos anos e os novos iPhones o representam o teste decisivo perfeito. Apesar das perplexidades geradas no ano passado pelos 1.189 euros solicitados, da tabela de pre√ßos, para a vers√£o b√°sica do iPhone X, a empresa Cupertino continuou seu caminho, relan√ßando.

iphone 05 JPG

Ent√£o aqui nascem o Xs e o Xs Max, que chegar√£o na It√°lia, respectivamente, a partir de 1.189 e 1.289 euros. N√ļmeros importantes, mas que de fato seguem a l√≥gica √≥bvia do mercado. O iPhone X estava entre os smartphones mais vendidos no primeiro semestre de 2018, al√©m de ter literalmente endere√ßado todo o setor em dire√ß√£o ao design com quadros reduzidos acoplados ao entalhe, a parte mais discutida do “entalhe”, que agora encontramos em muitos dispositivos Android.

Leia também: revisão do iPhone X

Tim Cook também, do palco do Steve Jobs Theatre (que foi o cenário do evento na noite passada), forneceu dados importantes sobre o iPhone X: gerou um grau de satisfação do usuário igual a 98%, tornando-se um dos dispositivos Apple mais populares como AirPods, os fones de ouvido sem fio, companheiros quase essenciais para quem possui um smartphone da empresa Cupertino.

Tela 2018 09 13 em 14 13 34

Tecnicamente, o iPhone Xs e o Xs Max integram especifica√ß√Ķes que podem ser esperadas hoje em smartphones desse n√≠vel. A Apple melhorou ainda mais o j√° excelente processador da gera√ß√£o anterior, com o novo A12 Bionic que, pelo menos no papel, promete bem. Ele interveio no setor fotogr√°fico, redesenhando o sensor principal de 12 MP da c√Ęmera dupla traseira e fornecendo um estabilizador √≥ptico duplo que deve garantir um claro avan√ßo na fotografia noturna.

Comparado ao iPhone X, a autonomia também deve ser aprimorada (fala-se de meia hora e 1 hora e meia a mais, respectivamente, para Xs e Xs Max) e, depois de anos, A Apple finalmente tem um modelo com uma enorme tela de 6,5 polegadas em sua lista. Uma diagonal tão grande provavelmente terá pouco apelo de nossa parte, mas pode fazer a diferença no mercado asiático, onde os usuários adoram telas tão grandes, tanto que a empresa de Cupertino historicamente lutou para se estabelecer na China.

iphone 10 JPG

Em tudo isso, falta o efeito “uau”. Obviamente, considerando o n√≠vel agora atingido, n√£o √© t√£o f√°cil quanto uma vez ser capaz de surpreender. Provavelmente o que deixou um gosto amargo na boca foi o terceiro modelo Xr. De fato, era esperado um iPhone que, apesar de ter importantes especifica√ß√Ķes t√©cnicas, pudesse ser posicionado a um pre√ßo realmente competitivo.

O iPhone Xr certamente integra recursos interessantes. Na verdade, √© baseado no mesmo processador que o Xs e o Xs Max, sempre pode contar com o Face ID, vem com o cuidado construtivo habitual que caracteriza os dispositivos Apple. Houve isen√ß√Ķes do ponto de vista t√©cnico (tela de LCD em vez de OLED, c√Ęmera traseira √ļnica em vez de com dois sensores, aus√™ncia de toque 3D), que, no entanto, n√£o devem afetar a experi√™ncia do usu√°rio.

Tela 2018 09 13 em 14 07 07

Pena que foi posicionado a partir de 889 euros. Também neste caso, é necessário ampliar nosso olhar por um momento em comparação com a Itália. Em um mercado importante para a Apple, como os Estados Unidos, onde a compra de um smartphone é quase sempre feita por assinatura com uma operadora de telefonia, o iPhone Xr começa em US $ 749. O resultado será, portanto, uma compra parcelada no nível de boa parte do topo da faixa do Android, algo inimaginável até algum tempo atrás.

Mais do que um modelo “econ√īmico”, poder√≠amos falar de um verdadeiro alter ego do que foi o iPhone 8 no ano passado. Em 2017, o design com quadros reduzidos foi uma exce√ß√£o √† regra, mas hoje √© a nova linha de pensamento.

Captura de tela 2018 09 12 em 20 40 53

N√£o h√° d√ļvida, no entanto, de que era esperado um pre√ßo de tabela mais baixo. √Č a l√≥gica de mercado usual da empresa Cupertino, que escapa de qualquer regra. Por um lado, as arrembanti marcas chinesas (Huawei e Xiaomi, acima de tudo) continuam avan√ßando visando, sobretudo, o mercado m√©dio e baixo. Por outro lado, a Apple continua a moer vendas e, acima de tudo, dinheiro. Basta pensar em como, no quarto trimestre de 2017, ele alcan√ßou 51% da receita de todo o mercado global de smartphones.

Leia também: iPhone oficial XS, XS Max e XR: Apple descarta o aparelho

√Č a for√ßa da marca, o √ļnico no campo de alta tecnologia que pode gerar filas em frente √†s lojas, para levar as pessoas a sair √† noite nas lojas da Apple para serem as primeiras a comprar o novo modelo de smartphone. Hoje √© imposs√≠vel pensar em fazer previs√Ķes de vendas, mas os iPhone Xs, Xs Max e Xr est√£o mais uma vez nos l√°bios de todos. Com a esperan√ßa de poder voltar em breve para abrir nossos olhos para uma inova√ß√£o real.


Tom’s Recommend

O iPhone 8, na versão de 64 GB de armazenamento, está disponível para compra na Amazon com um desconto de mais de 150 euros que o preço de tabela.