iPhone: usuários da Apple menos leais à marca

A lealdade à marca Apple para os proprietários de iPhone diminuiu 15,2% em relação a março de 2018. Foi isso que emergiu de um relatório publicado pelo BankMyCell, o portal que permite a troca do seu smartphone. A empresa coletou dados sobre 38 mil pessoas que substituem seus dispositivos a partir de outubro de 2018 para monitorar a lealdade da marca à casa de Cupertino durante o ciclo de atualização.

A fonte alega que, em junho, o 18% dos usu√°rios que trocaram seu iPhone finalmente optaram por um smartphone Samsung. √Č precisamente a lealdade √† marca sul-coreana ser maior: apenas 7,7% dos propriet√°rios do Galaxy S9 mudaram para um iPhone. Enquanto 26% do iPhone X foram substitu√≠dos por dispositivos Android.

iPhone X

Usando dados de outras empresas para complementar suas pesquisas, o BankMyCell afirmou que a lealdade ao iPhone est√° no m√≠nimo desde 2011 situando-se em 73% em compara√ß√£o com a alta hist√≥rica de 92% em 2017. Uma estat√≠stica que ecoa o decl√≠nio nas vendas registradas pela Apple no √ļltimo per√≠odo com usu√°rios que se mostraram mais relutantes em uma atualiza√ß√£o provavelmente porque na nova gera√ß√£o de iPhones eles viram inova√ß√£o suficiente que poderia lev√°-los a mudar.

Os usuários podem encontrar na chegada de 5G a razão certa para poder mudar para uma geração mais recente do iPhone. O iPhone 5G, no entanto, não é esperado antes de 2020, enquanto os concorrentes no setor de Android já foram comercializados neste 2019. Enquanto isso, poderemos descobrir os detalhes sobre o progresso dos negócios da Apple em 30 de julho, quando a empresa californiana apresentará oficialmente os resultados fiscais para o segundo trimestre de 2019.