Iphone? Na China, é uma marca de artigos de couro

Se você se encontrar em China observe o que você compra quando pede um Iphone: em vez do famoso melafonino, eles poderiam oferecer uma carteira, um diário ou uma bolsa de couro. A empresa californiana de fato tem perdeu no primeiro grau a batalha legal realizado desde 2012 contra a empresa chinesa Xintong Tiandi Technology, que comercializa precisamente artigos de couro da marca iPhone.

Tudo come√ßou h√° 4 anos, quando a Apple recorreu √†s autoridades de prote√ß√£o de patente chinesas para denunciar uma ofensa: a Xintong Tiandi Technology estava de fato usando a marca IPHONE para seus produtos, escrita em letras mai√ļsculas, registrada em 2007, enquanto a Apple havia apresentado o mesmo pedido 5 anos antes, em 2002.

iphone artigos de couro

Surpreendentemente, no entanto, o √≥rg√£o estadual rejeitou as acusa√ß√Ķes por dois motivos principais. Antes de mais, porque considerou que as duas categorias de produtos em quest√£o s√£o muito diferentes e n√£o podem induzir os consumidores em erro. Depois, em 2007, o nome iPhone como smartphone n√£o era t√£o famoso entre o p√ļblico chin√™s, dado que na China foi colocado em vendido apenas dois anos depois, em 2009.

Segundo as autoridades, portanto, n√£o apenas a empresa chinesa n√£o teria causado nenhum dano econ√īmico √† Apple, mas tamb√©m tinha o direito de se apropriar da marca nos pr√≥ximos anos. Obviamente insatisfeita com o resultado, a Apple decidiu, portanto, tomar medidas legais, recorrendo ao tribunal de Pequim, mas os ju√≠zes chineses confirmaram a primeira senten√ßa.

“Pretendemos pedir um novo julgamento no Supremo Tribunal Popular e continuar protegendo vigorosamente nossos direitos de marca”, disse um porta-voz da empresa Cupertino.

Afinal, a China é uma mercado muito importante para a Apple, representando a segunda maior base de consumidores depois dos Estados Unidos e isso apesar do recente colapso vertical, que viu as vendas caírem 26% no país no primeiro trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado.