iPhone, baterias substituídas a 29 euros, mesmo saudáveis

ATUALIZAÇÃO 9-01-2018

Através da página de suporte oficial, a Apple fez um importante esclarecimento sobre a questão da substituição da bateria, para iPhone 6 e modelos posteriores, ao preço preferencial de 29 euros.

A empresa com sede em Cupertino confirmou o preço de 29 euros, independentemente do resultado do teste de diagnóstico da bateria, especificando no entanto que:

“At√© 31 de dezembro de 2018, o pre√ßo do servi√ßo fora da garantia para as baterias √© de 29 euros para todos os modelos adequados para iPhone 6 ou posterior. O servi√ßo para a bateria pelo pre√ßo de 29 anos est√° limitado a um Consertar iPhone. “

A Apple esclareceu como o preço de 29 euros para os modelos em questão é acessível apenas uma vez para cada iPhone. Se o usuário solicitar a substituição da bateria novamente, ele terá que pagar o preço normal de 89 euros, a menos que seu iPhone passe no teste de diagnóstico específico (que verifica com precisão a presença de uma bateria degradada ou com defeito). Somente neste caso, você terá acesso novamente ao preço de 29 euros.

Substitua a bateria de um iPhone 6 (ou modelos posteriores) por 29 euros, independentemente do estado de sa√ļde do mesmo. A decis√£o foi confirmada pela Apple no conhecido portal MacRumors, pondo fim √†s discuss√Ķes nascidas na rede e desencadeadas por usu√°rios que haviam sido recusados ‚Äč‚Äčpela Genius Bar (nas lojas f√≠sicas da Apple) de substituir a bateria por um pre√ßo com desconto (89 o montante normalmente solicitado) devido ao resultado negativo do teste diagonal apropriado.

Precisamos dar um passo atr√°s. Nas √ļltimas semanas, o cen√°rio de m√≠dia de smartphones foi dominado pelo caso de alguns modelos de iPhone, caracterizados por uma queda no desempenho devido ao desgaste da bateria. Tudo come√ßou com uma discuss√£o entre usu√°rios no f√≥rum do Reddit e, em seguida, resultou em a√ß√Ķes coletivas reais contra a Apple.

bateria do iPhone

O problema dizia respeito inicialmente ao iPhone 6, 6 Plus, 6s, 6s Plus e SE, nos quais, com a atualização para o iOS 10.2.1, Apple introduziu um novo sistema de gerenciamento de energia, projetada para contrabalançar a perda de capacidade das baterias que, com o passar do tempo, dificultam a manutenção dos picos de desempenho exigidos pelos smartphones.

Leia também: Lentes para iPhone e bateria gasta, a Apple pede desculpas e esclarece

Esse novo gerenciamento de energia também foi introduzido no iPhone 7 e 7 Plus com o lançamento do iOS 11.2. Nesse sentido, também chegou o artigo de Johne Poole, fundador da Geekbench, que de fato apoiava a tese de usuários no Reddit, obviamente com base nos resultados dos benchmarks.

bateria do iPhone

Agora, o fato de os próprios usuários terem notado um retorno ao desempenho original simplesmente substituindo a bateria, fez com que este especulasse que a Apple poderia ter estruturado uma espécie de obsolescência programada de seus smartphones.

Uma hip√≥tese negada categoricamente pela empresa Cupertino, que em sua declara√ß√£o oficial esclareceu como o novo gerenciamento de energia foi projetado precisamente para prolongar a vida √ļtil das baterias e, portanto, dos dispositivos.

Leia também: iPhone lento e bateria desgastada, a Apple intervém

De qualquer forma, para oferecer aos usu√°rios a m√°xima transpar√™ncia e solu√ß√Ķes concretas, A Apple decidiu seguir tr√™s caminhos:

1) a possibilidade de avaliar a sa√ļde da bateria e verificar se o desgaste desta est√° afetando o desempenho do dispositivo ou n√£o (isso ser√° poss√≠vel gra√ßas a um novo software que ser√° integrado ao iOS com uma atualiza√ß√£o lan√ßada nas pr√≥ximas semanas) );

bateria do iPhone

2) melhoria do atual sistema de gerenciamento de energia e desempenho;

3) reduziu os custos de substituição de baterias no iPhone 6 e posterior, que variam de 89 euros para 29 euros até 31 de dezembro de 2018.

Leia também: lentes de iPhone e bateria desgastada, a verdade está nos benchmarks?

Para ter acesso a esse pre√ßo preferencial, Inicialmente, os modelos do iPhone em quest√£o tinham que ser submetidos a um teste de diagn√≥stico que determinasse a necessidade de substituir a bateria., com o √ļltimo projetado, conforme explicado pela pr√≥pria Apple, para armazenar at√© 80% da capacidade original por 500 ciclos de carga completa.

bateria do iphone

O teste de diagnóstico é realizado na barra Genius nas Apple Stores ou, alternativamente, da assistência da empresa Cupertino usando a coleção de iPhone em casa (caso não haja lojas físicas por perto). Obviamente, até o momento, a substituição em 29 euros foi rejeitada quando o teste de diagnóstico não destacou a necessidade de substituição.

Leia também: as lentes do iPhone causam bateria? Ação coletiva contra a Apple

A Apple decidiu, no entanto, revisar esse aspecto, e, portanto, será possível substituir a bateria do seu iPhone 6 (e modelos posteriores) por 29 euros, mesmo que isso não mostre desgaste compatível com a substituição. No entanto, não deve haver outros danos ao dispositivo ou a componentes não oficiais de terceiros. A coisa toda é no entanto sempre possível até 31 de dezembro de 2018.

Por fim, parece que os usu√°rios que, nos √ļltimos dias, pagaram o pre√ßo de 89 euros pela substitui√ß√£o da bateria, pode solicitar um reembolso de 60 euros. Essa √© uma possibilidade ainda n√£o confirmada oficialmente, com algumas pessoas que parecem j√° ter sido contatadas pelas lojas da Apple a esse respeito.