iPhone, Austrália super bem para a Apple por Erro 53

9 milhões de dólares australianos, igual a cerca de 6,8 milhões de dólares americanos: o valor é multa aplicada à Apple pelo Tribunal Federal Australiano na segunda-feira após o famoso erro 53 que em 2016 tornou o iPhone e o iPad inutilizáveis ​​cuja tela ou botão inicial foi reparado fora do circuito de assistência oficial e que foram posteriormente atualizados para a versão mais recente do iOS 9.

A Apple na época explicou que era um medida de segurança para proteger o sensor de impressão digital contra hackers. Mais tarde, a empresa Cupertino concorreu à cobertura com a atualização do iOS 9.2.1, capaz de restaurar os dispositivos bloqueados, mas os relatórios mostram que ainda era impossível ativar o Touch ID novamente, como também é mostrado na página de suporte oficial Apple, para não mencionar que muitos usuários se queixaram da perda de fotos, documentos e aplicativos.

iStock 27421412 MEDIUM 581758203df78cc2e8a7c401

Em abril de 2017, a ACCC (Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores) iniciou uma batalha legal com a Apple perante o Tribunal Federal, alegando que a empresa californiana havia violado os direitos do consumidor sob a lei australiana. A comissão também iniciou uma investigação secreta em junho do mesmo ano, constatando que muitos representantes da Apple alegaram que a empresa não era obrigada a reparar os iPhones defeituosos nos quais operadores terceiros não autorizados intervieram.

“O Tribunal decidiu que o simples fato de um iPhone ou iPad ter sido reparado por terceiros não autorizados pela Apple não pode levar à perda da garantia ou à extinção do direito do consumidor a uma reparação“explicou Sarah Court da comissão da ACCC.

“Estamos constantemente procurando maneiras de melhorar o serviço que prestamos e tivemos conversas muito produtivas com a ACCC”, disse um porta-voz da Apple. “Continuaremos a fazer tudo o que pudermos para fornecer um excelente serviço a todos os nossos clientes na Austrália”.


Tom’s Recommend

iPhone 8, na versão de 64 GB de armazenamento, está em oferta na Amazon com desconto de 200 euros que o preço de tabela. Você pode encontrá-lo neste link.