iPhone, adeus aos LCDs: em 2019 apenas o display OLED e a c√Ęmera tripla

A Apple está tentando mudar para OLED é exibido em toda a linha do iPhoneno entanto, este ano ainda teremos terminais familiares com um painel LCD IPS. Os smartphones de 2018 serão três para a gigante de Cupertino, todos com um pequeno entalhe para os sensores frontais: o modelo inicial terá um painel de 6,1 polegadas, enquanto os dois modelos com painéis OLED terão diagonais de 5,8 e 6,5 polegadas. No passado, de fato, já foi dito que a transição para OLEDs será concluída em 2019, quando todos os iPhones usarão essa tecnologia para displays.

Confirmando os rumores, est√° um novo relat√≥rio da ET News da Cor√©ia do Sul: ‚ÄúA Apple come√ßou recentemente a projetar iPhones em 2019 e decidiu adotar a tecnologia OLED nos tr√™s modelos‚ÄĚ, diz o relat√≥rio. expoentes da empresa n√£o melhor especificados. Mas se mais de tr√™s dispositivos forem lan√ßados, o que n√£o √© muito prov√°vel, a Apple pode decidir manter os pain√©is LCD mais uma vez pelos mais baratos. N√£o √© a primeira vez que ouvimos vozes desse tipo, que representam um passo √≥bvio para a empresa.

Se considerarmos o caminho que está sendo seguido e o que os fornecedores da empresa estão seguindo, não é difícil imaginar um futuro com apenas painéis OLED para melafonini. Os mercados também reagem repentinamente a esses rumores: após a divulgação, o Japan Display, que fornece à Apple parte dos painéis LCD dos iPhones, perdeu cerca de 20% na bolsa, Sharp 4%. O primeiro está planejando novas tecnologias OLED, que não estarão prontas antes de 2019 e não poderão competir com a Samsung por um longo tempo ainda.

De fato, os coreanos possuem tecnologias particularmente avan√ßadas, as melhores em rela√ß√£o aos pequenos pain√©is de smartphones e o resultado de v√°rios anos de experi√™ncia. At√© o momento, a Samsung √© o √ļnico fornecedor de pain√©is OLED para iPhones, mas a Apple investiu pesadamente no LG Display para n√£o depender muito de uma √ļnica empresa para um componente t√£o importante.

Nos iPhones que chegam em 2019, tamb√©m vimos uma c√Ęmera traseira tripla, uma tecnologia que j√° tivemos a oportunidade de experimentar no Huawei P20 Pro, na qual foi mostrado que traz in√ļmeras vantagens. A not√≠cia vazou atrav√©s do Economic Daily News, que cita o analista da Deutsche Securities Jialin Lu. A c√Ęmera tripla pode permitir a an√°lise tridimensional do ambiente atrav√©s da vis√£o estereosc√≥pica, com dois m√≥dulos que poder√£o capturar o mesmo objeto de dois pontos de vista diferentes.

Com os dados de todos os m√≥dulos, o sistema poder√° verificar a dist√Ęncia entre o terminal e o objeto, criando assim uma representa√ß√£o tridimensional do ambiente. Como o TrueDepth atual da c√Ęmera frontal do iPhone X, a nova tecnologia tamb√©m ser√° usada para experi√™ncias de realidade aumentada, um fen√īmeno no qual a Apple j√° investiu muito. A terceira lente tamb√©m pode permitir a implementa√ß√£o de um lente com maior dist√Ęncia focal, dando a voc√™ a chance de conseguir um Zoom √≥ptico de 3x, maior que o 2X dos modelos Plus e X atuais.