IPad Pro 12.9 2018 review: o melhor aliado do computador

A nova linha do iPad Pro √© a coisa mais pr√≥xima do mundo dos computadores – at√© hoje – no setor de tablets. √Č o sentimento que tive ap√≥s duas semanas na empresa do modelo de 12,9 polegadas, que nesta vers√£o de 1 Terabyte da mem√≥ria Wi-Fi + LTE √© vendido na It√°lia por 2.119 euros. O pre√ßo, como costuma acontecer com os mais recentes produtos da Apple, √© certamente o maior ponto fraco, al√©m de algumas limita√ß√Ķes de software inevitavelmente presentes, tendo o iOS como sistema operacional.

Mesmo esses novos iPad Pro n√£o podem substituir o computador em um sentido absoluto, mas em muitas √°reas eles garantem uma verdadeira produtividade em movimento. √Č por isso que os considero os melhores aliados dos computadores, que por sinal distanciaram ainda mais todos os concorrentes diretos no setor de tablets. As inova√ß√Ķes comparadas √† gera√ß√£o anterior – novo design, Apple Pencil renovado, processador A12X Bionic, USB-C – trazem benef√≠cios reais no uso di√°rio. O resto √© feito pelo ecossistema da empresa Cupertino.

Produtividade se torna flexível

Vamos começar como eu usei o iPad Pro na minha profissão. Uma das primeiras atividades é certamente a redação de artigos. Não tive a oportunidade de testar a capa do Smart Keyboard Folio (vendida separadamente a partir de 199 euros), mas sempre carrego comigo um pequeno teclado bluetooth portátil, facilmente associado à nova criatura da Apple.

Gra√ßas ao teclado f√≠sico, n√£o tive problemas em escrever artigos no iPad Pro. A tela de 12,9 polegadas garante uma √°rea grande o suficiente para escrever, as v√°rias ferramentas multitarefa do iOS 12 s√£o √ļteis para abrir dois aplicativos ao mesmo tempo (talvez o Gmail com um press release e o Google Chrome para o layout no WordPress) e a pot√™ncia do hardware garante a fluidez necess√°ria para executar essas opera√ß√Ķes com a fluidez necess√°ria .

Certo, a incapacidade de conectar um mouse externo se faz sentir em alguns casos. Provavelmente, eu n√£o usaria este iPad Pro em uma feira de eletr√īnicos – onde a quantidade de artigos a serem escritos exige um laptop (transfer√™ncia de arquivos, aplicativos de desktop etc.) -, mas poderia representar facilmente minha ferramenta de trabalho para eventos cl√°ssicos “Spot” de alguns dias, em que talvez um determinado produto seja apresentado.

O mesmo vale para a edição de vídeo. Muitas vezes, eu tenho que gravar um vídeo que deve ficar on-line imediatamente, portanto, sem montagem específica. Nesse caso, usei o iMovie (instalado por padrão) e o iPad Pro não mostrou nenhuma hesitação em renderizar filmes compostos por clipes do mirrorless. Pense, alguns minutos de vídeo em Full-HD a 60 qps são finalizados mais rapidamente do que o meu MacBook Pro de 13 polegadas no início de 2015 com i5 e 8 Gigabyte de RAM.

Também neste caso, um mouse externo permitiria que você se iniciasse em montagens um pouco mais complexas também no iMovie, uma operação muito inconveniente para fazer com os dedos ou com o Apple Pencil. Até a transferência de arquivos seria muito mais fácil com a presença de um leitor SD, que, na minha opinião, caberia nesse produto. Nesse caso, no entanto, a porta USB-C pode ajudar, o que, através dos adaptadores habituais, resolve o problema. No entanto, você precisa gastar mais dinheiro e ainda não há possibilidade de conectar discos rígidos externos ou SSDs.

No entanto, a presença do USB-C não deve ser subestimada. Por sua via, de fato, iPad Pro ele pode gerenciar monitores externos com resolução de até 5K, uma possibilidade que usei em hotéis para ter uma diagonal maior disponível para edição de vídeo e redação de artigos. Em resumo, no meu trabalho, o iPad Pro pode ser usado como uma extensão real do computador.

No entanto, pensei em ampliar o ponto de vista, envolvendo profissionais de outros setores. Para testar o novo Apple Pencil – vendido separadamente por 135 euros – Eu me virei para o est√ļdio de arquitetura conceitual de Bari, que trabalha no setor de arquitetura e engenharia de constru√ß√£o.

Esboço feito com Apple Pencil

Na revis√£o do v√≠deo, voc√™ pode ver um dos arquitetos envolvidos no esbo√ßo de um projeto com o Apple Pencil. Imagine a possibilidade de fazer isso diretamente em um canteiro de obras, talvez ao lado do cliente que sugere as informa√ß√Ķes necess√°rias em tempo real. Voc√™ pode ver o resultado aqui em cima. A imagem foi virtualizada em 3D no computador com aplicativos de desktop e o projeto se tornar√° realidade em casa.

Renderização em 3D

Fomos mais longe. Alimentamos o iPad Pro com um arquivo dwg para gerenci√°-lo com a vers√£o m√≥vel do AutoCAD na App Store. √Č um arquivo extremamente complexo, que inclui todos os v√°rios n√≠veis do projeto, de modo a colocar alguns computadores em dificuldade. O tablet da Apple consegue abri-lo sem problemas espec√≠ficos, com tempos de carregamento absolutamente aceit√°veis ‚Äč‚Äče uma fluidez de navega√ß√£o muito boa, impens√°vel com outros tablets Android.

Tamb√©m aqui, pense na possibilidade de arquitetos e engenheiros levarem o iPad Pro para os canteiros de obras, abrirem projetos diretamente no tablet e dar indica√ß√Ķes imediatas aos trabalhadores, porque a vers√£o m√≥vel do AutoCAD ainda permite visualizar dist√Ęncias, medidas, √°reas, entre outras coisas, com perfeita integra√ß√£o com o Apple Pencil, que tamb√©m atua como uma “lente de aumento”. Tudo isso sem ter que carregar computadores e pastas de cart√Ķes.

Obviamente, imposs√≠vel pensar em arquivar totalmente o computador em favor do iPad Pro, tamb√©m porque muitos aplicativos desse setor est√£o presentes apenas na plataforma de desktop. Mesmo neste caso, no entanto, pode se tornar a extens√£o da mobilidade dos PCs, pelo menos em determinadas opera√ß√Ķes, sem mencionar as ferramentas disponibilizadas pela Apple Pencil, que podem ser muito √ļteis para engenheiros e arquitetos.

Pode haver muitos exemplos de profiss√Ķes nas quais esse dispositivo pode ser √ļtil. Eu penso em fot√≥grafos, j√° que nas pr√≥ximas semanas uma vers√£o completa (portanto, exatamente como a de desktop) do Photosho chegar√° ao iPad Prop, o que permitir√°, portanto, retoques avan√ßados de fotos com total mobilidade. Em resumo, pode ser considerada uma ferramenta de trabalho real, desde que voc√™ aceite algumas limita√ß√Ķes.