iOS, a fonte do gerenciador de inicialização no Github

Um an√īnimo lan√ßou o c√≥digo fonte do iBoot para iOS 9.3 atrav√©s do Github. √Č um componente fundamental do sistema operacional m√≥vel da empresa Cupertino, especificamente o gerenciador de inicializa√ß√£o. A Apple solicitou e obteve a remo√ß√£o, enfatizando que a seguran√ßa dos dispositivos n√£o foi comprometida de forma alguma.

O iBoot é de fato o primeiro processo que começa a ser executado quando você liga o iPhone. Verifica o kernel, certificando-se de que seja regularmente assinado pela Apple, após o qual carrega todos os módulos necessários para a operação do iOS. Querendo fazer uma comparação em um sentido genérico, deixando de lado as diferenças técnicas, poderíamos associá-la ao BIOS do Windows.

iBoot
Uma captura de tela de parte do código-fonte do iBoot divulgada on-line

Como √© f√°cil entender, √© um componente crucial do iOS. N√£o √© de surpreender que a vers√£o executada pelos iPhones seja criptografada e a Apple reconhe√ßa at√© US $ 200.000 para aqueles que podem encontrar falhas no iBoot. Isso √© para sublinhar a import√Ęncia reconhecida diretamente pela empresa Cupertino.

Leia também: iOS 11.2, todas as novidades introduzidas pela Apple

O Github eliminou imediatamente o c√≥digo divulgado por esse an√īnimo, mas, como costuma acontecer nesses casos, isso n√£o impediu a r√°pida dissemina√ß√£o na web. A Apple, portanto, teve que intervir diretamente, obter a remo√ß√£o dos arquivos recorrendo √† legisla√ß√£o que protege os direitos autorais. Mas isso n√£o √© tudo.

Nestas horas, a quest√£o provocou um acalorado debate on-line sobre os riscos potenciais √† seguran√ßa do iPhone e iPad. Imagine como Jonathan Levin, um conhecido especialista em seguran√ßa e autor de v√°rios livros sobre iOS e MacOS, definiu a difus√£o do c√≥digo-fonte em quest√£o como “o maior vazamento da hist√≥ria”, levantando d√ļvidas sobre poss√≠veis ataques de hackers e futuras tentativas de jailbreak.

Por meio da conhecida revista TechCrunch, a Apple queria acalmar os cora√ß√Ķes. A empresa com sede em Cupertino especificou que n√£o h√° risco para seus dispositivos, como a seguran√ßa deles n√£o depende do sigilo do c√≥digo-fonte, isso essencialmente por raz√Ķes de design.

iBoot

No entanto, o iOS 9.3 √© uma vers√£o bastante antiga do sistema operacional m√≥vel da Apple (mar√ßo de 2016). Atualmente, chegamos ao iOS 11.2.5, lan√ßado pela Apple em 23 de janeiro de 2018, e quaisquer falhas nas vers√Ķes antigas do iBoot obviamente foram resolvidas pela empresa Cupertino com as v√°rias atualiza√ß√Ķes.

Leia também: iOS, as notícias mais importantes apenas em 2019?

O fato de não haver risco para o usuário final também foi confirmado ao TechCrunch por Will Strafach, um conhecido pesquisador de segurança, que explicou precisamente como a Apple não segue os princípios de segurança através do sigilo. Tudo é criptografado e assinado nos dispositivos.


Tom’s Recommend

O iPhone 8 Plus, na versão de 64 GB, está disponível para compra através Amazonas com um desconto de 100 euros que o preço de tabela.