iOS 14, o Safari suporta o acesso a sites com o Face ID: adeus senha

O Safari está se preparando para dizer adeus às senhas clássicas. Com versões futuras dos sistemas operacionais da Apple para iPhone e Mac, o navegador Cupertino suportará Face ID e Touch ID como sistemas de autenticação de sites que suportam a função. A notícia foi confirmada oficialmente na nota divulgada pela empresa na versão beta do navegador proprietário, com muitos vídeos para explicar aos desenvolvedores como integrá-la em seus portais.

A funcionalidade é baseada no padrão FIDO2 WebAuthn desenvolvido pela FIDO Alliance, uma associação criada com o objetivo de desenvolver e promover um padrão de autenticação que não exija senhas alfanuméricas. Depois do Google, Facebook, Amazon, Arm, Intel, Microsoft, Qualcomm, Samsung e outros protagonistas do setor de tecnologia, A Apple também se juntou à associação em fevereiro passado.

A nova solução, portanto, visa gerar acesso mais seguro e rápido aos sites. Basta usar sua impressão digital ou reconhecimento facial para acessar um site, em vez de digitar seu nome de usuário e senha. A Apple, portanto, está se preparando para dizer adeus aos códigos alfanuméricos considerados menos seguros e mais vulneráveis ​​que os sistemas biométricos. Obviamente, esse tipo de autenticação será explorável apenas em sites que decidirem adotá-lo.

Em suma, a Apple expande ainda mais seu suporte ao padrão FIDO 2. A empresa californiana, de fato, havia adicionado suporte para as chaves físicas do Safari que já duram por último. Portanto, é uma evolução natural disso processo que pode levar ao desaparecimento permanente de senhas alfanuméricas.