Interromper o movimento e a distribuição de medicamentos para perda de peso via Internet

A Diretoria de acusação de crimes cibernéticos investigou um caso de tráfico e descarte ilegal, via Internet, de uma preparação farmacêutica não aprovada.

Uma ação foi movida contra o proprietário da empresa sediada na Irlanda.

Houve queixas anteriores de que vários sites anunciam uma preparação de produto que envolve a perda de peso em um período muito curto.

Al√©m disso, uma queixa relevante sobre a prepara√ß√£o ilegal foi feita por um local, segundo o qual suas fotos foram usadas ilegalmente, nas quais ela foi retratada com propor√ß√Ķes f√≠sicas perfeitas, como resultado de seu suposto uso.Internet de p√≠lulas diet√©ticas

A Diretoria de Processamento de Crimes Cibernéticos da Polícia Helênica investigou um caso de tráfico e descarte ilegal, via Internet, de uma preparação farmacêutica não aprovada. Uma ação foi movida contra o proprietário da empresa, com sede na Irlanda, com base no proprietário da Agência Nacional de Medicamentos (EOF), por tráfico, distribuição e venda regulares pela Internet.

Em particular, a investiga√ß√£o do caso come√ßou depois que as den√ļncias chegaram √† Diretoria de Processos Cibern√©ticos, segundo a qual, em v√°rios sites na Internet, √© anunciada uma prepara√ß√£o do produto, que diz respeito √† perda de peso em um tempo muito curto.

Segundo os queixosos, as vítimas, depois de convencidas da suposta ação inofensiva da preparação, procederam à ordem. Depois de consumi-lo, no entanto, muitos deles tiveram efeitos colaterais.

Al√©m disso, uma queixa relevante sobre essa prepara√ß√£o foi registrada por um local, segundo a qual era ilegal usar fotografias dela, nas quais ela era retratada com propor√ß√Ķes corporais perfeitas, como resultado do uso alegado dessa prepara√ß√£o.

Ap√≥s uma correspond√™ncia com o departamento competente da Ag√™ncia Nacional de Medicamentos (EOF) do Minist√©rio da Sa√ļde, constatou-se que a apresenta√ß√£o, distribui√ß√£o e venda dessa prepara√ß√£o farmac√™utica espec√≠fica n√£o √© legal pelo EOF. e, portanto, √© traficado.

O Minist√©rio P√ļblico de Atenas foi informado sobre o exposto e um exame e investiga√ß√£o preliminares foram ordenados. Isso foi seguido por uma pesquisa on-line digital minuciosa e aprofundada pela Diretoria de acusa√ß√£o de crimes cibern√©ticos. Nesse contexto, foi feita uma correspond√™ncia com as empresas de gest√£o competentes, os provedores de servi√ßos de Internet competentes e os sites espec√≠ficos, atrav√©s dos quais a prepara√ß√£o ilegal √© anunciada e distribu√≠da, foram identificados.

Mais especificamente, foi identificado que o m√©todo e a fonte de distribui√ß√£o da prepara√ß√£o il√≠cita s√£o realizados por uma empresa sediada em Dublin, Irlanda. Em seguida, a Ag√™ncia Nacional de Medicamentos (EOF) foi notificada novamente sobre as a√ß√Ķes adicionais que s√£o da sua compet√™ncia.

O arquivo do caso, que foi formado para o caso, ser√° submetido ao Minist√©rio P√ļblico de Atenas, de acordo com a execu√ß√£o das ordens, para as a√ß√Ķes legais necess√°rias.