Insetos sob o “microsc√≥pio”

Os cientistas querem entender seus mecanismos de v√īo.A pr√≥xima gera√ß√£o de rob√īs espi√Ķes est√° se voltando para um design inspirado no reino dos insetos.

Os microbots ter√£o c√Ęmeras embutidas e revolucionar√£o as opera√ß√Ķes de espionagem e resgate.

Um novo estudo mostrou que a mec√Ęnica de insetos reais √© poss√≠vel<‚Ķ>

atrav√©s da engenharia reversa para copiar e, assim, projetar dispositivos an√Ķes que patrulham os campos de batalha ou buscam v√≠timas em ru√≠nas.

Os cientistas foram inspirados e se voltaram para insetos que “acabaram” em mecanismos espec√≠ficos atrav√©s da evolu√ß√£o de milhares de anos, uma experi√™ncia que n√£o pode ser comparada a nenhum experimento de laborat√≥rio.

O zoólogo Richard Bomphrey, da Universidade de Oxford, está liderando um estudo que dará uma nova e mais completa imagem de como os insetos desenvolveram suas asas e como os usam para voar.

Ele diz que a natureza encontrou uma maneira de os pequenos insetos voarem e at√© serem capazes de “pilotos”, informa√ß√Ķes que, se decodificadas adequadamente, poderiam ajudar a humanidade a salvar vidas no futuro.

O problema para os engenheiros at√© agora √© que os avi√Ķes n√£o est√£o flutuando e que os helic√≥pteros n√£o est√£o se movendo em alta velocidade, enquanto √© quase imposs√≠vel constru√≠-los em um tamanho muito pequeno.

Os insetos, no entanto, s√£o uma combina√ß√£o de ambos, em termos de capacidade de v√īo.

Para conseguir o v√īo de um objeto, √© necess√°ria a combina√ß√£o certa de empurrar e levantar. A aeronave exige dois dispositivos diferentes, m√°quinas e asas, para alcan√ß√°-los e oper√°-los, o que limita a flexibilidade necess√°ria.

A pesquisa tentar√° fornecer respostas ao mecanismo de voo e copi√°-lo.

Fonte: newsbeast.gr