Incompreendeu a Microsoft e o inocente Google

A VentureBeat disse em um post ontem que “pegou” a Microsoft fazendo recomendaçÔes ao Bing, pedindo aos visitantes que usem o Microsoft Edge quando o termo de pesquisa for para Google Chrome ou Mozilla Firefox.Edge microsoft

A recomendação aparece na parte superior dos resultados da pesquisa e afirma que “a Microsoft recomenda o Microsoft Edge para Windows 10”.

Hå também um botão que leva a uma pågina que explica os benefícios do Microsoft Edge.ff

É claro que a Microsoft está tentando convencer os usuários do Windows 10 a usar o Microsoft Edge em vez de outro navegador, mas a maneira como está tentando impedir que isso não faça sentido.

Faz sentido supor que a maioria dos usuårios esteja procurando outro navegador usando o Edge porque não possui outro navegador e jå decidiu fazer o download do navegador em que estå interessado. Portanto, depois de terem tomado a decisão, é tarde demais para recomendaçÔes da Microsoft.

Mas o interessante aqui Ă© o escopo da questĂŁo, porque imediatamente apĂłs o VentureBeat, a publicação começou a aparecer em muitos sites de tecnologia. É como se todos estivessem esperando a Microsoft no canto, cometendo um erro, talvez esquecendo que outras empresas seguiram prĂĄticas semelhantes de uma maneira muito mais inteligente.

Se vocĂȘ comparar os esforços da Microsoft para “vender” seu novo produto aos esforços do Google para promover o Chrome, notarĂĄ que o Google Ă© muito mais eficiente.

Quando vocĂȘ visita as pĂĄginas do Google, usando outro navegador que nĂŁo Ă© o Chrome, uma mensagem pode aparecer informando que existe “uma maneira melhor de navegar na web”.

A mensagem é postada em lugares de destaque nas påginas do Google, como a pågina de pesquisa, e é uma das principais razÔes pelas quais o Chrome conseguiu se espalhar em tão pouco tempo desde que foi lançado.ff1

Se vocĂȘ comparar os dois esforços de marketing, notarĂĄ diferenças. O Google exibe o anĂșncio sem “ler” o que o usuĂĄrio estĂĄ procurando, enquanto a Microsoft o exibe (e apenas uma vez) quando alguĂ©m pesquisa no Bing pelo Chrome ou Firefox.

A empresa não recomenda o uso do Microsoft Edge para usuårios que visitam a pågina Microsoft.com, ao contrårio do Google, que anuncia o Chrome em quase todos os seus serviços.

Seguindo o exposto, devemos mencionar que a concorrĂȘncia oferece melhores produtos ao consumidor e, se alguĂ©m acusa a Microsoft de publicidade, provavelmente esqueceu o Google e seus anĂșncios, ou algo mais estĂĄ acontecendo.