Huawei P30 Pro, o zoom perisc√≥pico oferece uma versatilidade √ļnica

Com o P30 Pro, a Huawei certamente conseguiu mais um salto qualitativo no campo fotogr√°fico. Isso se deve principalmente ao zoom perisc√≥pico, que de fato eliminou um dos limites ancestrais das c√Ęmeras dos smartphones. O zoom dos dispositivos m√≥veis, de fato, sempre pecou em termos de resolu√ß√£o, sendo amplamente confiado ao software. A empresa chinesa conseguiu introduzir um √≥ptico de 5X, capaz de subir at√© 10X com um sistema h√≠brido e at√© 50X digitalmente.

Para ter uma idéia do excelente trabalho realizado pela Huawei, basta olhar para a tabela abaixo que compara o zoom do P30 Pro com os dos principais smartphones concorrentes. Dispositivos como o Galaxy S10 + ou o iPhone XS Max, também posicionados a preços mais altos que os da empresa chinesa, podem contar com zoom óptico que para em 2X, sem a possibilidade de subir até 10X com o sistema híbrido. Em suma, uma diferença importante.

Dispositivo Zoom ótico
Huawei P30 Pro 5X
Samsung Galaxy S10 + 2X
iPhone XS Max 2X
Xiaomi Mi 9 2X
Sony Xperia 1 2X

Zoom periscópico, a configuração técnica

Vamos começar com a configuração do setor fotográfico, criado em colaboração com a Leica. Quatro sensores foram integrados na parte traseira: o principal é de 40 megapixels com lente de 27 mm, lente f / 1.6 e estabilização de imagem óptica; comparado ao P20 Pro, o sensor preto e branco secundário foi substituído por um de grande angular de 20 megapixels com óptica de 16 mm e lente f / 2.4; o terceiro sensor é uma lente telefoto de 8 megapixels com lente de 125 mm, lente f / 3.4 e estabilização de imagem óptica; finalmente, o quarto é um sensor TOF para profundidade de campo, a fim de obter efeitos bokeh mais naturais (fundo desfocado) e digitalizar objetos 3D que podem ser posteriormente inseridos em fotos e vídeos.

Vamos nos concentrar na lente telefoto de 8 megapixels. Gra√ßas √† dist√Ęncia focal diferente, permite zoom √≥ptico de 5X. Este resultado foi obtido usando um prisma real posicionado entre as lentes e o sensor e disposto em 90 ¬į que, observando o sensor de fora, d√° uma sensa√ß√£o de “profundidade”, como voc√™ pode ver na imagem abaixo.

A Huawei fala sobre um zoom perisc√≥pico, e a sensa√ß√£o ao us√°-lo √© exatamente isso de um elemento f√≠sico que “sai” do corpo, para aproximar o assunto. A versatilidade oferecida por essa tecnologia √© surpreendente, sobretudo porque, antes de seu surgimento, seria necess√°rio colocar outro dispositivo ao lado do smartphone (como uma c√Ęmera compacta) para obter os mesmos resultados.

A partir do 1X focal principal de 27 mm, √© poss√≠vel, portanto, subir at√© 125 mm (5X) da lente telefoto passando por todas as dist√Ęncias focais intermedi√°rias (2X, 3X, 4X, etc …), obtidas pela interpola√ß√£o dos dados de telefoto com os do sensor 40 Megapixel. Atingindo o zoom 5X, voc√™ obt√©m fotografias com uma resolu√ß√£o de 3.648 x 2.736 pixels, portanto, superior ao valor nominal de 8 megapixels sensor (estamos na ordem de 10 megapixels, gra√ßas √† interpola√ß√£o).

De intelig√™ncia artificial de 5x a 10x (250 mm) entra em jogo com tecnologias de aprendizado de m√°quina. Nesse caso, os dados coletados pela lente telefoto e os do sensor principal de 40 megapixels s√£o combinados, “temperados” por uma tecnologia chamada “super resolu√ß√£o”, que opera um aumento real projetado para melhorar a defini√ß√£o. De 10x a 50x, obviamente, os dados coletados pelos sensores s√£o perdidos, ent√£o voc√™ trabalha apenas com intelig√™ncia artificial.

O teste de campo

A empresa chinesa preparou uma interface de software muito simples para usar o zoom. Ao posicionar o P30 Pro na horizontal, quatro interruptores aparecem na parte inferior da tela. Ao selecion√°-los progressivamente da direita para a esquerda, voc√™ pode alternar automaticamente do sensor de grande angular para o sensor principal de 40 megapixels, at√© o zoom √≥ptico de 5X e o zoom h√≠brido de 10X, tudo instantaneamente e sem se perder nas configura√ß√Ķes.

Depois que o zoom 10X for selecionado, basta operar um “beliscar para ampliar” para fora com os dedos para poder aumentar gradualmente at√© 50X. Obviamente, quanto mais voc√™ aumentar o zoom, mais dif√≠cil ser√° conseguir manter o quadro est√°vel. Nesse sentido, algoritmos de intelig√™ncia artificial ajudam o usu√°rio a estabilizar a imagem, a fim de obter fotos que tamb√©m podem ser usadas com o mais alto n√≠vel de zoom.

Fizemos v√°rias fotos usando o zoom perisc√≥pico. Como voc√™ pode ver por si mesmo, os resultados s√£o literalmente surpreendentes para um smartphone, especialmente durante o dia. Ter a oportunidade de abordar o assunto dessa maneira √© realmente √ļtil em muitas circunst√Ęncias no uso di√°rio do P30 Pro, tamb√©m porque o n√≠vel de detalhe permanece em um n√≠vel alto, pelo menos at√© 10X.

A 50X agora √© um teste de for√ßa para a Huawei, mas obviamente nesse n√≠vel de zoom o n√≠vel de detalhe diminui e, inevitavelmente, √© ainda mais dif√≠cil manter a imagem parada. De 10X a 50X, no entanto, existem todos os n√≠veis intermedi√°rios, estes s√£o muito √ļteis na vida cotidiana.

Um sistema que, √† primeira vista, parece perfeito, mas que na verdade tem espa√ßo para melhorias. Por exemplo, seria muito √ļtil ter um bot√£o f√≠sico para tirar fotografias, o que melhoraria a ergonomia e, ao mesmo tempo, permitiria reduzir os micro movimentos da m√£o durante a fase de cria√ß√£o da foto, ajudando assim a intelig√™ncia artificial na estabiliza√ß√£o. Quem sabe se a Huawei decide implement√°-lo no t√£o esperado Mate 30 Pro.

De qualquer forma, como já declarado na revisão do P30 Pro, o zoom periscópico está destinado a se tornar um novo padrão no mundo dos smartphones, exatamente como aconteceu com os três sensores traseiros do P20 Pro. Nesse sentido, basta pensar no muito recente Oppo Reno 10X Faça zoom para entender como o setor de dispositivos móveis já está se movendo nessa direção. Em conclusão, Huawei novamente abriu o caminho.