Huawei Nova 5T – Revis√£o

O Nova 5T é um dispositivo que desempenha um papel estratégico para a Huawei. De fato, após o lançamento do Mate 30 Pro sem os serviços do Google, este smartphone chega ao mercado italiano com a versão Android, estamos acostumados a: existe a Play Store, o Gmail, o YouTube. Portanto, ele é o verdadeiro porta-estandarte da empresa chinesa nas férias de Natal e, líquido de um preço um pouco alto demais, é capaz de oferecer uma experiência de usuário verdadeiramente convincente, sob todos os pontos de vista.

Além disso, os 429 euros solicitados na lista devem, no entanto, ser contextualizados com a oferta projetada pela Huawei para a compra do Nova 5T e válida até 15 de novembro. De fato, ao investir hoje neste smartphone através da loja oficial da empresa, você recebe o FreeBuds Lite como presente, verdadeiros fones de ouvido sem fio que por si só custaria 129 euros. Você entende bem como, com essa iniciativa, esse dispositivo assume um sentido decididamente mais completo.

Desempenho satisfatório, excelente autonomia

J√° sabemos que a autonomia em smartphones representa a s√≠ntese entre v√°rios par√Ęmetros: gerenciamento de energia da plataforma de hardware, resolu√ß√£o de tela, otimiza√ß√£o de software. Todos os fatores que funcionam no Nova 5T, come√ßando com o processador. A bordo, encontramos o Kirin 880 SoC (com 6 Gigabytes de RAM) que, gra√ßas ao processo de produ√ß√£o de 7 nm e √† arquitetura octa-core (2 x 2,6 GHz Cortex-A76 + 2 x 1,92 GHz Cortex-A76 + 4 x 1,8 GHz Cortex-A55), tem pouco impacto na bateria, garantindo um bom desempenho.

De fato, √© dif√≠cil colocar o Nova 5T em dificuldade, mesmo com videogames. Isso se deve em parte ao monitor de 6,26 polegadas, cuja resolu√ß√£o “para” em Full-HD +. Isso permite n√£o colocar a plataforma de hardware em dificuldade, mas, ao mesmo tempo, garantir uma excelente experi√™ncia visual. Na verdade, √© um painel LCD IPS, com bom brilho e perfeita visibilidade ao ar livre (tamb√©m gra√ßas ao tratamento oleof√≥bico do vidro frontal, que cont√©m pequenas impress√Ķes digitais). A reprodu√ß√£o de cores e os √Ęngulos de vis√£o tamb√©m s√£o convincentes.

Tudo isso sem esquecer a parte do software. A bordo, existe o Android 9 personalizado com o EMUI 9.1. Agora aprendemos a conhecer e apreciar a interface gráfica proprietária da Huawei que, além de oferecer um profundo grau de personalização, não sobrecarrega a plataforma de hardware. Além disso, nesta Nova 5T, existem todos os serviços do Google, portanto, não há problemas com os vários Gmail, YouTube, PlayStore, Maps. Em resumo, um smartphone que, diferentemente do Mate 30 Pro, não o força a comprometer em nível de software.

De qualquer forma, gra√ßas √† combina√ß√£o desses fatores e √† bateria de 3.750 mAh, esta Nova 5T oferece uma autonomia verdadeiramente excelente. Com o meu uso (misturado entre LTE e Wi-Fi, 2 contas de email, centenas de notifica√ß√Ķes de redes sociais e aplicativos de mensagens instant√Ęneas, mais de 2 horas de chamadas telef√īnicas), consegui cobrir 1 dia e 8 horas da tomada el√©trica comparado a quase 5 horas de tela de acesso. Com um uso mais suave, n√£o √© imposs√≠vel cobrir 48 horas. H√° tamb√©m uma carga r√°pida de 22,5 W, com um carregador especial inclu√≠do no pacote.

Conectividade completa: Wi-Fi ac de banda dupla, Bluetooth 5.0, GPS A-GLONASS BDS Galileo, NFC. Há também suporte para Dual-SIM, enquanto a memória não é expansível (ainda existem 128 Gigabytes de armazenamento). Infelizmente, a tomada de áudio de 3,5 mm está ausente.

O design não é surpreendente, o setor fotográfico convence

A est√©tica da Nova 5T est√° intimamente ligada ao setor fotogr√°fico. A parte frontal √© de fato amplamente ocupada pela tela, que apresenta um buraco no canto superior esquerdo, na qual a c√Ęmera frontal foi incorporada. Na contracapa, por outro lado, √© imposs√≠vel n√£o notar os tr√™s sensores fotogr√°ficos traseiros, que tamb√©m possuem uma espessura consider√°vel. Na realidade, h√° tamb√©m um quarto sensor, por√©m posicionado ao lado dos tr√™s principais e alinhado com o corpo.

O design do smartphone n√£o √© surpreendente, pois √© uma solu√ß√£o j√° vista em outros dispositivos. A concha √© feita de vidro e metal e, portanto, √© um pouco escorregadia. A sali√™ncia da c√Ęmera traseira cria algumas dores de cabe√ßa ao descansar o dispositivo em uma superf√≠cie plana. No entanto, o Nova 5T pode ser usado com uma m√£o e os bot√Ķes f√≠sicos (controle de pot√™ncia e volume) s√£o perfeitamente acess√≠veis com os dedos. O peso de 174 gramas est√° bem distribu√≠do e isso permite, por exemplo, colocar o smartphone no bolso sem perceber aborrecimento.

Al√©m disso, a Huawei optou por integrar diretamente no bot√£o liga / desliga o sensor para reconhecimento de impress√Ķes digitais. √Č um posicionamento inteligente, pois o dedo termina naturalmente nessa √°rea do quadro. O lan√ßamento √© sempre r√°pido e a impress√£o digital √© reconhecida na primeira tentativa em 99% dos casos. Existe, no entanto, a possibilidade de ativar o reconhecimento de rosto, que n√£o √© 3D e s√≥ pode contar com a c√Ęmera frontal; portanto, no escuro, ele sofre um pouco.

A cor que voc√™ v√™ retratada nas imagens √© a preta, mas a Nova 5T tamb√©m est√° dispon√≠vel nas variantes de cor Crush Blue e Midsummer Purple, sendo a √ļltima muito particular ao vivo. Na borda inferior, encontramos o √ļnico spaker do sistema (volume alto, qualidade m√©dia), enquanto a c√°psula do ouvido est√° oculta no quadro superior (bom √°udio de plant√£o). Sublinhar a presen√ßa, na borda superior, do sensor infravermelho, que permite controlar remotamente dispositivos como televis√Ķes, aparelhos de ar condicionado, caixas multim√≠dia.

Boas notícias do setor fotográfico. O sensor principal de 48 megapixels com lente f / 1.8 oferece um bom nível de detalhe, durante o dia e à noite. Neste segundo caso, o agora conhecido modo noturno da Huawei intervém que, embora muitas vezes sature as cores, literalmente consegue fazer milagres com pouca luz. A empresa chinesa também implementou um sensor de grande angular de 16 megapixels com uma lente f / 2.2, que sofre mais à noite, mas oferece grande versatilidade de uso.

As outras duas c√Ęmeras s√£o de 2 megapixels com lente ∆í / 2.4. O primeiro tem um foco fixo para macros, o segundo √© usado para obter efeitos de bokeh mais naturais. As imagens resultantes s√£o de 12 megapixels, gra√ßas √† tecnologia de pixel binning. A qualidade √© boa, mas ainda m√©dia. Boa c√Ęmera de 32 megapixels ∆í / 2.0, al√©m de v√≠deos, gravado em 4K a 30fps, cuja estabiliza√ß√£o, no entanto, nem sempre √© eficaz.

Conclus√Ķes: quem deve compr√°-lo?

A 429 euros, o Nova 5T precisa lidar com concorrentes dif√≠ceis, incluindo o Xiaomi Mi 9T Pro e o Xiaomi Mi 9. Este √ļltimo oferece uma plataforma de hardware mais poderosa, que, no entanto, √© percebida relativamente no uso di√°rio. Por outro lado, a oferta de lan√ßamento desenvolvida pela Huawei √© realmente interessante: poder receber o FreeBuds Lite como presente (v√°lido at√© 15 de novembro) representa uma oportunidade a n√£o perder, caso voc√™ tenha um or√ßamento que varia entre os 400 e 450 euros.

De qualquer forma, este dispositivo confirma a capacidade da Huawei de fabricar smartphones caracterizados por uma boa relação qualidade / preço, especialmente neste segmento de mercado. Considerando a depreciação fisiológica, o Nova 5T poderia facilmente se tornar um dos protagonistas das próximas férias de Natal.