Huawei no olho do furacão, agora é acusado de ter roubado os segredos do Apple Watch

A Huawei está passando por um momento de ouro graças ao sucesso de seus produtos, mas também está nos olhos do furacão devido à controvérsia político-legal com os Estados Unidos da América. E outra carga pesada vem dos EUA. Segundo A informação, o gigante de Shenzhen supostamente implementou práticas injustas para roubar os segredos da Apple e de outros concorrentes.

No relat√≥rio, o caso espec√≠fico refere-se ao monitor de freq√ľ√™ncia card√≠aca integrado no Apple Watch mais recente, capaz de realizar uma esp√©cie de eletrocardiograma. Em novembro, um engenheiro da Huawei respons√°vel pelo design e desenvolvimento de um smartwatch teria identificado o fornecedor que produz os sensores de freq√ľ√™ncia card√≠aca usados ‚Äč‚Äčno dispositivo Apple e organizaria uma reuni√£o com o pretexto de oferecer um contrato de produ√ß√£o.

Mensagens alegadas tamb√©m foram divulgadas onde o gerente da Huawei diz que “o design √© semelhante ao da Apple”. Durante a reuni√£o, no entanto, o engenheiro – acompanhado por quatro pesquisadores – ele n√£o faria nada al√©m de pedir informa√ß√Ķes no Apple Watch por uma hora e meia, com maus resultados. Nem seria o √ļnico fornecedor com quem eles se comunicariam. Tudo √© relatado em absoluto anonimato, porque a empresa fornecedora tem um contrato de confidencialidade com a Apple.

As acusa√ß√Ķes de pr√°ticas desleais n√£o terminam aqui. Segundo o Departamento de Justi√ßa dos Estados Unidos, existe um programa formal que recompensa os funcion√°rios por roubo de informa√ß√Ķes com b√īnus diferentes, dependendo do valor da descoberta. Al√©m disso, existem v√°rios ex-funcion√°rios da Apple que declaram que – durante entrevistas de emprego ou mesmo ap√≥s a contrata√ß√£o – a Huawei tenta roubar o maior n√ļmero poss√≠vel de segredos. O relat√≥rio tamb√©m relata o epis√≥dio com o MateBook X Pro. Nesse caso, o conector que conecta a tela ao restante do dispositivo que permite reduzir a espessura teria sido “roubado”.

Huawei negou qualquer envolvimento ilegal declarando que “na condu√ß√£o de pesquisa e desenvolvimento, os funcion√°rios da Huawei devem buscar e usar informa√ß√Ķes publicamente dispon√≠veis e respeitar a propriedade intelectual de terceiros de acordo com nossas diretrizes sobre conduta nos neg√≥cios”. At√© agora, a Apple n√£o comentou.