Huawei Mate X está atrasado, mas melhora: câmera Kirin 990 e P30 Pro?

O Huawei Mate X era esperado para este verĂŁo, mas a empresa adiou sua comercialização no inĂ­cio de setembro e agora – aparentemente – em novembro. De qualquer forma, os motivos oficiais sĂŁo a vontade de aperfeiçoar e fortalecer esse dispositivo em particular. Os atrasos acumulados, no entanto, correm o risco de comercializar um dispositivo com uma folha de dados tĂ©cnicos menos atualizada do que quando foi apresentado.

Segundo Neowin – que afirma ter tocado no novo Mate X – Huawei lançará o smartphone dobrável com uma folha de dados atualizada. Especificamente, fala-se da presença a bordo do novo processador Kirin 990 que a empresa de Shenzhen poderia formalizar durante a IFA 2019 em setembro. O futuro SoC substituiria o Kirin 980 que – no momento do anĂşncio oficial do Mate X – era o chip Huawei de Ăşltima geração.

Discurso semelhante para o setor fotográfico. Atualmente, o Mate X usa sensores semelhantes aos vistos no Mate 20 Pro. O modelo que será comercializado parece ter sensores RGB substituídos por RYYB usado na mais recente série P30. Em resumo, se em fevereiro a planilha de dados lembrou a do Mate 20, agora parece ser mais semelhante ao que veremos no futuro Mate 30.

Para o momento, a empresa não divulgou informações oficiais sobre as melhorias feitas no Mate X ou em relação à nova data de marketing. Obviamente, atualizar os componentes do dispositivo é uma escolha absolutamente sensata se considerarmos o preço de venda do Mate X que excede 2000 euros. Um número já muito alto que se tornaria paradoxal se o dispositivo chegasse com um processador com um ano de idade a bordo.