Huawei confirma: o sistema operacional proprietário pode chegar já nos próximos meses

A pergunta entre os Estados Unidos e a Huawei permanece em aberto e teremos que esperar mais alguns meses para entender qual ser√° o futuro do fabricante chin√™s. Enquanto isso, a Huawei n√£o perde tempo e continua trabalhando no desenvolvimento de seu sistema operacional para ser usado como uma alternativa ao Android. Em caso de impossibilidade de usar o sistema de rob√ī verde, o sistema operacional propriet√°rio pode estar pronto para ser lan√ßado nos pr√≥ximos meses. Isso foi afirmado por Andrew Williamson – vice-presidente de rela√ß√Ķes e comunica√ß√£o da empresa – em uma entrevista divulgada na Cidade do M√©xico.

O representante reiterou como A Huawei prefere continuar colaborando com o Android mas esse Hongmeng (nome do sistema operacional da Huawei) já está sendo testado principalmente na China. Como pode ser visto no banco de dados da OMPI (Organização Mundial da Propriedade Intelectual), o fabricante chinês está tentando registre a marca comercial HongMeng em vários países, incluindo Canadá, Espanha, México e Suíça.

Em suma, na medida em que um acordo com o Google e a Casa Branca ainda seja possível, a Huawei não deseja ser encontrada despreparada, caso seja negado o acesso ao Android. De fato, como dissemos alguns dias atrás, a empresa de Shenzhen parece ter fez um milhão de unidades com base em seu sistema operacional para testar. Esta notícia estaria de acordo com as palavras de Williamson.

Uma das principais desvantagens da criação de um novo sistema operacional é a perda de acesso à Play Store e a todos os aplicativos verificados incluídos nela. Nesse sentido, de acordo com o relatado pela XDA-Developers, a Huawei teria solicitado aos desenvolvedores os aplicativos mais populares de desenvolver uma versão a ser incluída em sua AppGallery (a loja já presente em dispositivos Huawei). Sem esquecer que anteriormente conversamos sobre a possível colaboração da gigante chinesa com a Aptoide, como dissemos neste artigo.

Estamos ansiosos para novos desenvolvimentos. De qualquer forma, parece que a Huawei não será apanhada despreparada, caso a proibição seja confirmada pelo governo dos Estados Unidos. Vamos ver como o assunto evolui.