Huami, a empresa por tr√°s do Mi Band n√£o tem um contrato de exclusividade com a Xiaomi

Huami √© a empresa com a qual a Xiaomi colabora para o desenvolvimento da linha Mi Band. √Č a mesma realidade que deu origem √† marca Amazfit smartwatch, oficialmente presente tamb√©m na It√°lia. Apesar dessa colabora√ß√£o frut√≠fera, Huang Wang (CEO da Huami) especificou que n√£o h√° acordo de exclusividade entre as duas empresas.

Certamente, existe uma colabora√ß√£o entre Xiaomi e Huami, considerada uma via preferencial para o desenvolvimento de dispositivos port√°teis para a empresa de Lei Jun. Ambos, no entanto, eles n√£o t√™m restri√ß√Ķes de exclusividade rec√≠procas. Uma prova desse esclarecimento √© – por um lado – o desenvolvimento dos v√°rios smartwatches da marca Amazfit e – por outro – o Mi Watch, o primeiro smartwatch verdadeiro da marca Xiaomi desenvolvido de forma independente pela Huami.

Em suma, existem dois empresas colaboradoras totalmente independentes para atingir certos objetivos. Na pr√°tica, um serviu ao outro. A Xiaomi p√īde contar com o know-how da Huami para desenvolver sua primeira Mi Band em 2014, uma banda inteligente que alcan√ßou a quarta gera√ß√£o que continua a marcar marcos importantes. E Huami conseguiu se beneficiar desse sucesso, conseguindo criar a marca Amazfit, que lhe permitiu alcan√ßar a quinta posi√ß√£o no ranking dos principais fabricantes de rel√≥gios inteligentes no primeiro trimestre de 2019.

No entanto, Huami j√° come√ßou trabalhando no desenvolvimento do Mi Band 5 esperado at√© a primeira metade de 2020. A novidade mais desejada para o pr√≥ximo rastreador de fitness da Xiaomi √©, sem d√ļvida, suporte global a NFC. Como sabemos, na verdade, a vers√£o com NFC est√° atualmente reservada apenas para o mercado chin√™s, mas espera-se que, no decorrer do pr√≥ximo ano, a fun√ß√£o tamb√©m esteja dispon√≠vel para mercados internacionais.