Guerra cibernética: todo o país da Rússia será desconectado da Internet

A Rússia está pronta para se desconectar da Internet devido à escalada guerra cibernética com os Estados Unidos.

O plano de desconectar está sendo elaborado por autoridades de Moscou, com o objetivo de desmantelar o país inteiro da internet global.

Guerra cibernética

Em vez disso, a web da Rússia operará em uma rede interna isolada do resto do mundo.

Chamada RuNet, sua instalação visa proteger as comunicações russas contra ataques cibernéticos por hackers dos governos dos EUA e do Reino Unido.

Eles também vêem isso como uma boa preparação para uma possível guerra cibernética com os Estados Unidos, na qual Donald Trump poderia muito facilmente bloquear o acesso à Internet da Rússia.

cibernético

Os testes começaram antes de 1º de novembro, de acordo com vários meios de comunicação estatais.

A Rússia diz que sua dependência da tecnologia dos EUA é uma fraqueza que as autoridades americanas poderiam facilmente explorar.

Sob as novas regras, as empresas de telecomunicações russas terão que instalar “meios técnicos” para redirecionar essa ação.

Os testes desta semana marcam o início da criação da Rússia por essa rede. Mas ainda há um longo caminho a percorrer antes que a nação possa confiar nele.

cyber Rússia

Roskomnazor, o cão de guarda de televisão da Rússia, bloqueará qualquer tráfego que não precise atravessar suas fronteiras, pois esses dados podem ser facilmente bloqueados por espiões estrangeiros.

Alguns argumentaram que a medida também faz parte de um experimento de Putin para reduzir o fluxo de informações gratuitas para os russos.

No entanto, o governo russo trabalha há muitos anos nas táticas de defesa que se seguirão.

Por outro lado, este ano ficou claro que os criminosos cibernéticos da Rússia e da China estão mirando nos telefones dos deputados com um golpe de aplicativo de mensagens.