“GPS” com GPS contra estupro na √ćndia

foto O uso de um “rel√≥gio” especial – GPS, que √© estimado para ajudar a lidar com casos de estupro, √© promovido pelo governo indiano.

O gadget est√° sendo desenvolvido pelo Centro para o Desenvolvimento de Inform√°tica Avan√ßada (de propriedade do Minist√©rio Indiano de Eletr√īnica e Tecnologia da Informa√ß√£o) e est√° surgindo logo ap√≥s uma s√©rie de estupros por gangues no pa√≠s.<‚Ķ>

que chamou a aten√ß√£o do p√ļblico em n√≠vel internacional.

A pessoa que o usa envia uma mensagem pelo “rel√≥gio” para a delegacia mais pr√≥xima ou para os parentes selecionados, pressionando um bot√£o. √Č ent√£o localizado via GPS.

Ele tamb√©m possui uma c√Ęmera embutida, que pode gravar meia hora de v√≠deo. Vai custar entre US $ 20 e US $ 50, e o governo j√° est√° em negocia√ß√Ķes para iniciar a produ√ß√£o. Estima-se que em meados do ano o original esteja pronto e a produ√ß√£o comece em breve.

O catalisador em todo o caso, resultando no in√≠cio da busca de tecnologias para combater a viol√™ncia sexual contra as mulheres, foi o estupro e a morte de uma estudante de 23 anos em Nova D√©lhi, que resultou em mobiliza√ß√Ķes e protestos em todo o pa√≠s, mediante solicita√ß√£o a promulga√ß√£o de leis mais estritas sobre estupro e abuso sexual.

Em outros incidentes recentes, uma menina de 29 anos foi estuprada em Gurdaspur, uma mulher de 21 anos foi encontrada morta em um sub√ļrbio da capital (acredita-se que ela tamb√©m tenha sido abusada sexualmente) e uma menina de sete anos foi estuprada em um banheiro da escola em Goa.

Fonte: naftemporiki.gr