Google Pixel 4: nenhum botão físico e orifício na tela como o Galaxy S10?


Google deve lan√ßar seu Pixel 4 em outubro, mas a m√°quina de boatos j√° foi iniciada. As primeiras not√≠cias s√£o fornecidas pelo vazador Jon Prosser, que anteriormente se mostrava uma fonte confi√°vel em rela√ß√£o aos planos da empresa em Mountain View. Em um v√≠deo no canal T√©cnico da p√°gina inicial do YouTube, Prosser confirma que O pixel 4 ter√° um orif√≠cio na tela e adicionar√° que n√£o haver√° bot√Ķes f√≠sicos.

Os rumores anteriores j√° falavam de uma mudan√ßa do ponto de vista est√©tico. O Google poderia abandonar a tradi√ß√£o e seguir as tend√™ncias atuais. Pixel 4 poderia de fato reduza os quadros muito criticados do Pixel 3, elimine o entalhe e apare√ßa em tela cheia com a c√Ęmera frontal dentro de um buraco, como j√° visto na nova linha Galaxy S10 da Samsung. Nenhuma informa√ß√£o sobre o n√ļmero e a configura√ß√£o das c√Ęmeras.

A fonte acrescenta que o Pixel 4 ter√° alto-falantes est√©reo e tamb√©m uma novidade interessante: n√£o haver√° bot√£o f√≠sico. O pr√≥ximo topo de gama do Google ser√° equipado com bot√Ķes de toque capacitivo. Um projeto semelhante j√° foi experimentado pela VIVO no Apex 2019, cuja peculiaridade √© a total aus√™ncia de chaves e portas. No caso do Pixel 4, provavelmente o bot√£o capacitivo retornar√° feedback h√°ptico e ser√° suficiente pressionar uma parte espec√≠fica do dispositivo para executar uma determinada opera√ß√£o.

Nesse contexto, um aprimoramento e aprimoramento da função Active Edge Рjá disponível em modelos anteriores Рque permite, por exemplo, ativar o Google Assistant ou desativar alguns avisos de áudio. Em suma, poderia ser uma das características do futuro do mundo dos smartphones. Quanto ao resto, poucas notícias. Presença a bordo do Snapdragon 855 é presumida, mas certamente ouviremos sobre isso nos próximos meses.