Google: o FBI estava espionando milhares de usu√°rios

google_572_355 Ao cobrir a guerra ao terror, o FBI, e n√£o apenas, estava monitorando milhares de usu√°rios da Internet de 2009 a 2012, anunciou o Google!

O n√ļmero exato de contas “espionadas” n√£o foi liberado.

O Google est√° divulgando dados sobre cartas de “seguran√ßa nacional” esta semana. <‚Ķ>

que ele recebeu e que correspondem aos pedidos oficiais de dados, com base na lei antiterrorista “Ato Patri√≥tico”, que foi adotada nos EUA ap√≥s os ataques de 11 de setembro de 2001.

De 2009 a 2012, o Google recebeu entre 0 e 999 solicita√ß√Ķes do governo. Esses pedidos envolviam entre 1.000 e 1.999 contas a cada ano, com exce√ß√£o de 2010, durante o qual os pedidos envolviam entre 2.000 e 2.999 contas, de acordo com o US Search Engine.

“Veja, estamos publicando n√ļmeros de escala, mas n√£o n√ļmeros exatos. Isso √© para atender √†s demandas do FBI, do Departamento de Justi√ßa e de outras ag√™ncias governamentais que temem que a divulga√ß√£o dos n√ļmeros exatos revele informa√ß√Ķes sobre as investiga√ß√Ķes em andamento “, disse Richard Salgado, diretor de seguran√ßa do Google no blog do grupo. .

√Č a primeira vez que uma empresa privada publica dados sobre essas cartas, que foram amplamente criticadas por grupos de direitos humanos.

Associa√ß√Ķes como Aclu (Uni√£o Americana das Liberdades Civis) dizem que as cartas d√£o muito poder ao governo, que pode monitorar as contas da Internet sem um mandado judicial.

Fonte: newsit.gr