Google Chrome: antes do final do ano, a remoção completa do flash

Há algumas semanas, a Mozilla anunciou que o Firefox está gradualmente removendo a tecnologia flash e, com a publicação de ontem, o Google anuncia o mesmo para o seu próprio navegador Chrome.

Portanto, de acordo com a postagem do blog, o Chrome da vers√£o 53, que ser√° lan√ßada em setembro, come√ßar√° a n√£o mostrar o conte√ļdo em flash do usu√°rio e, em particular, o conte√ļdo em flash que √© executado no plano de fundo de uma p√°gina e √© a causa mais comum de navega√ß√£o lenta.

A remo√ß√£o do conte√ļdo em flash √© fornecida com o suporte total do HTML5, uma tecnologia que requer significativamente menos recursos do seu sistema para ser executado. O resultado √© um carregamento mais r√°pido nas p√°ginas e mais autonomia nos dispositivos port√°teis, j√° que o processador n√£o √© carregado.

O Google planeja lan√ßar a vers√£o 55 do Chrome antes do final do ano, que vir√° com a exibi√ß√£o HTML5 padr√£o para exibir o conte√ļdo de p√°ginas que possuem esse recurso. Quando o usu√°rio visitar uma p√°gina que usa a tecnologia flash ap√≥s a vers√£o 55 do Chrome, ele ser√° inicialmente informado de que, para ver o conte√ļdo espec√≠fico, precisar√° ativar a tecnologia correspondente no navegador.

Em outras palavras, ser√° algo parecido com o que vem acontecendo h√° v√°rios meses, desde setembro do ano passado com a vers√£o 42 do Chrome e os an√ļncios em flash que o usu√°rio deve ativar se quiser v√™-los.

google-570