Funcionários da tecnologia: Quais são as habilidades que os empregadores estão procurando?

As habilidades que os empregadores procuram dos funcionários de tecnologia estão mudando, com um interesse crescente em pessoas que podem se comunicar e trabalhar com toda a empresa.

Em vez de simplesmente procurar jovens talentosos que possam trabalhar em problemas tecnológicos complicados, o trabalho em equipe e o empreendedorismo são uma opção muito melhor, de acordo com a pesquisa da indústria da CompTIA.

tecnologia

Agora, além das habilidades técnicas, as empresas também estão procurando profissionais de tecnologia que possam se comunicar e colaborar com outros departamentos, informou a CompTIA.

“As habilidades de empregabilidade, como comunicação e trabalho em equipe, não são mais apenas para funcionários da gerência, mas agora são aplicáveis ​​em todos os níveis”, disse a CompTIA.

Quando perguntados sobre as habilidades que os empregadores procuram ao contratar, a “solução de problemas” foi a mais importante da lista, mas o “trabalho em equipe” foi o próximo.

tecnologia

Experiência, habilidades e comunicação dos funcionários eram as outras três coisas que se deveria ter.

Em termos de linguagens de programação, as mais procuradas no mercado de trabalho nos EUA são SQL e Java. Ele também observou que a demanda por experiência na linguagem de programação Python está crescendo rapidamente.

A pesquisa da CompTIA constatou que a maioria dos funcionários de tecnologia se sente otimista sobre seu papel como profissionais de TI, em grande parte graças à alta demanda por habilidades tecnológicas, o que, por sua vez, leva a fortes escolhas de carreira. A CompTIA prevê que o setor global de TI crescerá a uma taxa de 3,7% em 2020.

tecnologia

A pesquisa também mostrou que, em muitos casos, as empresas esperam encontrar candidatos com alguma experiência de trabalho e que há menos disposição para contratar um iniciante.

Finalmente, a equipe industrial disse que a outra questão da força de trabalho que será uma questão importante no próximo ano é diversidade e inclusão.