Fitbit e Garmin sob investigação por violação de patente

As autoridades de controle dos EUA informaram na sexta-feira que uma investigação sobre alguns dispositivos portáteis começou após o mês passado. Philips oficialmente levantou a acusação de violação de patente. Entre as empresas em consideração estão Fitbit e Garmin.

A Comiss√£o de Com√©rcio Internacional (USITC) afirmou ter investigado as duas empresas ap√≥s o registro da Philips no m√™s passado. ‚ÄúO USITC ainda n√£o tomou nenhuma decis√£o sobre o m√©rito do caso, uma posi√ß√£o final ser√° tomada o mais r√°pido poss√≠vel‚ÄĚ, disse a comiss√£o oficialmente. O caso se concentra em quatro patentes de propriedade da Philips, que abrangem v√°rios recursos comuns aos rel√≥gios inteligentes, incluindo rastreamento de movimento e notifica√ß√Ķes.

‚ÄúAcreditamos que essas alega√ß√Ķes n√£o t√™m fundamento e resultam da incapacidade da Philips de ter sucesso no mercado de wearable‚ÄĚ, disse um porta-voz da Fitbit. A Garmin n√£o divulgou nenhuma posi√ß√£o. A Philips afirmou: ‚ÄúA Philips espera que terceiros respeitem sua propriedade intelectual, da mesma forma que a Philips respeita os direitos de propriedade intelectual de terceiros‚ÄĚ.

Tamb√©m Ingram Micro, Inventec e Maintek Computer Estou sob investiga√ß√£o. A Philips solicitou que, em caso de infra√ß√£o, tarifas ou proibi√ß√Ķes de importa√ß√£o sejam impostas.