FBI: alerta sobre risco de hackers em carros

Não são apenas os computadores, telefones celulares e tablets que correm o risco de hackers, mas o FBI também está alertando sobre carros. Quanto mais carros conectados estão hoje, mais vulneráveis ​​se tornam a possíveis ataques.

No ano passado, a Fiat Chrysler retirou 1,4 milhão de veículos nos Estados Unidos depois que os pesquisadores de segurança conseguiram controlar remotamente um jipe. As pessoas suspeitas de invadir seus veículos são chamadas para entrar em contato com o FBI.

O FBI disse em comunicado que os carros de tecnologia moderna têm recursos que visam se conectar à Internet para facilitar o acesso ao motorista, mas são necessários cuidados especiais. Os proprietários devem fazer todas as atualizações de segurança sugeridas pelos fabricantes e não fazer nenhuma alteração no software.

Além disso, os especialistas recomendam que você tenha muito cuidado ao conectar dispositivos de terceiros ao carro e quem terá acesso físico ao veículo.

A General Motors e a BMW fizeram recentemente atualizações de segurança para reduzir a chance de hackers os atacarem, o que poderia abrir as portas dos carros ou dar partida no motor.

A Fiat Chrysler foi forçada a fazer o recall quando a revista Wired publicou um vídeo sobre como os hackers podem controlar o carro, incluindo o volante e os freios.

Assista o vídeo:

cars-hackeado-570

Fonte