Facebook: Zuckerberg diz que desmantelar a gigante das mídias sociais não ajudará ninguém

No início deste mês, o co-fundador do Facebook, Chris Hughes, publicou um artigo no New York Times descrevendo por que ele acredita que o Facebook deveria fechar. Hoje, Mark Zuckerberg respondeu a este artigo e, como esperado, ele não é o maior defensor dessa idéia.

Em seu artigo, Chris Hughes afirma que o Facebook e Zuckerberg ganharam “poder americano sem precedentes”. Ele continua sugerindo que a solução para o problema está no desmantelamento do Facebook e no estabelecimento de uma forte supervisão do governo.

Segundo a CNBC, durante uma entrevista à emissora de rádio e televisão francesa France 2, Zuckerberg respondeu aos comentários de Hughes. O CEO do Facebook disse que “o que Hughes está propondo não vai ajudar em nada”.

Zuckerberg disse que o tamanho do Facebook e o poder que ganhou são positivos para os usuários, especialmente se eles estão “interessados ​​em democracia e eleições”. Ele destacou, em particular, que o Facebook gasta “bilhões de dólares por ano” na criação de ferramentas para combater a interferência nas eleições.

Apesar das alegações de Zuckerberg, o Facebook está sob crescente escrutínio dos órgãos reguladores. A rede social está conversando com a Federal Trade Commission sobre o escândalo de dados da Cambridge Analytica.

O Facebook deverá receber uma multa entre US $ 3 bilhões e US $ 5 bilhões. Devido ao acordo proposto, a partir de agora, Zuckerberg poderá ser responsabilizado por erros de privacidade do Facebook.

Fonte