Facebook em busca de notícias falsas sobre a Europa

Em comunicado divulgado hoje, o Facebook elogiou a ação deste ano na busca de notícias falsas para a União Europeia, citando um total de cinco notícias falsas que ele conseguiu localizar e excluir de sua plataforma.

Considerando que a redu√ß√£o no n√ļmero de not√≠cias falsas √© sempre importante, o Facebook, com base nas pr√≥ximas elei√ß√Ķes na Uni√£o Europeia, tomou medidas para limitar a dissemina√ß√£o de informa√ß√Ķes erradas, removendo cinco reportagens de not√≠cias falsas chocantes desde o in√≠cio do ano.

A not√≠cia foi:1. Uma foto de uma carta supostamente escrita pelo diretor de uma escola prim√°ria de Dresden anunciando que na pr√≥xima semana quatro im√£s visitariam a escola para apresentar as crian√ßas ao Alcor√£o e ao Isl√£. Durante a carta, ocorreria uma “semana tem√°tica” que incluiria uma visita obrigat√≥ria a uma mesquita, e os pais teriam que comprar um Alcor√£o e evitar comer carne de porco no caf√© da manh√£ no dia da visita dos im√£s. A carta concluiu que a escola estava feliz em aproximar pais e filhos do Isl√£, pois √© uma quest√£o importante na Alemanha. A not√≠cia foi divulgada em janeiro de 2019.

2. Um v√≠deo que foi compartilhado no Facebook em fevereiro de 2019 e mostrava um homem de terno andando no parlamento espanhol e deixando pequenos cart√Ķes em uma fileira de lugares vazios. A legenda dizia que o homem estava usando cart√Ķes de identifica√ß√£o nacionais espanh√≥is para registrar MPs ausentes como “presentes” para que eles pudessem receber suas ajudas di√°rias.

3. Um artigo compartilhado no Facebook em dezembro de 2018, por um site holand√™s que n√£o existe mais, e que listou 11 raz√Ķes para evitar pegar a gripe, incluindo uma alega√ß√£o de que a gripe pode causar Alzheimer. O artigo citou o Dr. Hugh Fudenburg, que mostrou que as pessoas que ficam doentes regularmente com gripe t√™m 10 vezes mais chances de desenvolver Alzheimer.

4. Em fevereiro de 2019, um site franc√™s publicou um artigo alegando que a ONU estava tentando legitimar a pedofilia. O texto do artigo era uma c√≥pia de um artigo mais antigo que est√° na internet h√° v√°rios anos. O artigo dizia que a ONU exige direitos sexuais para crian√ßas at√© 10 anos de idade, o que proteger√° os ped√≥filos de processos e pris√Ķes.

5. Em janeiro de 2018, uma conta no Twitter que afirma ser de propriedade de Ebba Busch Thor, líder dos democratas-cristãos suecos, denunciou aqueles que criticam o sistema de pensão sueco. O tweeter disse que todo sueco recebe a pensão que merece e que a alternativa indesejável é o socialismo. A conta, @EbbaBuschThorKD, foi considerada falsa e fechada, mas as capturas de tela do tweet continuaram circulando. A captura de tela foi compartilhada no Facebook em janeiro de 2018 e relançada em janeiro de 2019.

Claro que todos os itens acima s√£o COMPLETAMENTE FALSO. Para cada not√≠cia, h√° um relat√≥rio relativo do Facebook sobre o que √© a verdade e o que √© a mentira. Em particular, a foto com a carta do diretor da escola √© falsa e falsificada, o cavalheiro do processo n√£o estava no parlamento espanhol, mas no ucraniano e estava devolvendo seus documentos de identidade ap√≥s a vota√ß√£o. Tamb√©m n√£o h√° estudo cient√≠fico oficial em nenhum lugar do mundo ligando Alzheimer e influenza; a declara√ß√£o sobre pedofilia n√£o pertence √† ONU, mas √† Federa√ß√£o Internacional de Pais Planejados, um defensor dos direitos sexuais que atuou em v√°rios comit√™s das Na√ß√Ķes Unidas e e a conta no Twitter do l√≠der dos democratas-crist√£os suecos era falsa.

Tamb√©m √© relatado que a maneira como o Facebook conseguiu localizar tudo isso √© atrav√©s do aprendizado mec√Ęnico que detecta poss√≠veis hist√≥rias falsas (especialmente fotos falsificadas) ou de relat√≥rios de usu√°rios ou auditores de not√≠cias falsos.

Se você estiver interessado em não ver notícias falsas na internet, basta enviar uma mensagem para o Facebook, toda vez que encontrar essas notícias na plataforma.