“ExĂ©rcito Digital” foi feito pelos turcos

O primeiro exército de segurança digital foi estabelecido na Turquia. Este exército serå composto por 200 soldados que se tornarão hackers. O presidente da Associação de Segurança da Informação, Mustafa Alkan, alertou: Estamos em perigo de 24/7.

Após o WikiLeaks e o Anonymous, as ameaças digitais vieram à tona<
>

e isso mobilizou a Associação de Segurança da Informação. Um exĂ©rcito cidadĂŁo digital foi formado. Este exĂ©rcito, formado sob o nome “Conselho Nacional de Coordenação de Segurança Digital”, Ă© apoiado por acadĂȘmicos, associaçÔes e serviços pĂșblicos.

O Conselho de Especialistas incluirĂĄ especialistas em segurança digital, acadĂȘmicos, consultores de serviço pĂșblico e principais executivos do setor privado. O exĂ©rcito terĂĄ cerca de 200 pessoas.

O presidente da Associação de Segurança da Informação, Mustafa Alkan, disse que, alĂ©m de hackers de chapĂ©u branco e preto, especialistas na ĂĄrea de segurança digital do setor privado tambĂ©m participarĂŁo do Conselho de Peritos e disseram que š Formamos uma equipe de hackers. Os hackers sĂŁo os que melhor conhecem esse trabalho. Alkan tambĂ©m disse que o sistema de crĂ©dito estĂĄ em perigo e disse que “a Turquia estĂĄ entre os 10 piores paĂ­ses em termos de segurança da informação”.

Segundo Gazi Seref Sagiroglou, presidente do Departamento de Engenharia da Computação da Universidade Gazi, apenas nos Ășltimos trĂȘs dias, 47.000 novas ameaças digitais foram feitas, enquanto uma mĂ©dia de 15.000 novas ameaças sĂŁo formadas todos os dias. Sagiroglou disse: “Estamos atualmente em guerra. As guerras no ambiente digital começaram. Os exĂ©rcitos nĂŁo estĂŁo mais lutando contra eles.

O presidente da Associação de Segurança da Informação, Mustafa Alkan, disse que as ameaças se tornaram conhecidas pelo WikiLeaks e pelo Anonymous, mas que eram muito maiores. Ele disse: Ele estĂĄ sob ataque desde 24/7. NĂŁo sabemos quais informaçÔes estratĂ©gicas foram testadas e como serĂŁo usadas. Milhares de nossos servidores sĂŁo “escravizados”. Nossas informaçÔes extremamente secretas estĂŁo sendo usadas como uma ameaça para o paĂ­s.

A força de segurança digital exigirĂĄ membros dos seguintes ĂłrgĂŁos: Estado-Maior do ExĂ©rcito, MinistĂ©rio da Defesa, MinistĂ©rios de ComunicaçÔes, CiĂȘncia, Tecnologia, IndĂșstria e Justiça, Direção de IndĂșstrias de Defesa, Aselsan, Havelsan, BTK, PolĂ­cia, TÜBÄ°TAK, Arch empresas de segurança da informação conhecidas. TambĂ©m da IT Society, IT Foundation, TÜBÄ°SAD, YASAD, Conselho da Internet, TOBB, Ordem dos Advogados, Associação dos NotĂĄrios, TÎŒÎČÎżRMOB e TMMOB. Os membros da T .rksat, TTNet, Turkcell, Avea, Vodafone, Superonline, Oracle e TĂŒrk Telekom serĂŁo contratados para construir a infraestrutura de comunicaçÔes.

Fonte: onalert.gr