Espaço e criminalidade do governo: o custo excede US $ 114 bilhÔes

O cibercrime custou cerca de US $ 114 bilhÔes e atingiu 431 milhÔes de pessoas em todo o mundo em 2010, de acordo com um estudo publicado hoje por uma empresa que fabrica software de proteção contra vírus de computador.

Segundo a Symantec, 74 milhÔes de americanos foram vítimas de crimes cibernéticos no ano passado, causando um total de US $ 32 bilhÔes.<
>

perdas financeiras diretas.

Na China, o custo Ă© estimado em US $ 25 bilhĂ”es, no Brasil em US $ 15 bilhĂ”es e na Índia em US $ 4 bilhĂ”es.

Segundo a pesquisa, 69% dos usuĂĄrios adultos da Internet pesquisados ​​foram vĂ­timas de crimes cibernĂ©ticos, uma taxa que sobe para 85% na China e 84% na África do Sul.

O estudo tambĂ©m destaca o crescente desenvolvimento desse tipo de crime em telefones celulares. “O cibercrime Ă© muito mais desenvolvido do que as pessoas pensam”, disse Adam Palmer, consultor de segurança da Internet da empresa.

“Nos Ășltimos doze meses, o nĂșmero de adultos pesquisados ​​sobre crimes cibernĂ©ticos foi trĂȘs vezes maior que o nĂșmero de vĂ­timas de crimes da vida real”, disse ele.

“No entanto, menos de um terço dos entrevistados acredita que Ă© mais provĂĄvel que sejam vĂ­timas de um crime cibernĂ©tico do que de um crime natural”, acrescentou Palmer.

O estudo, realizado em uma amostra de 20.000 pessoas em 24 países, foi realizado em fevereiro e março de 2011 e abrange os doze meses anteriores.

Fonte: tro-ma-ktiko.blogspot.com