Eles prometem legados na África via internet e nos roubam

O pretexto era desembolsar dinheiro de “supostas” heranças ou ganhos de apostas. Em apenas um caso, eles extraĂ­ram 203.960 euros!

Cinco estrangeiros, membros da organização criminosa, foram presos e outros trĂȘs sĂŁo procurados pela PolĂ­cia Financeira e pelo MinistĂ©rio PĂșblico de Crimes CibernĂ©ticos.

Como eles agiram? O grupo criminoso organizado enviou e-mails aos usuĂĄrios da Internet para desembolsar enormes somas de dinheiro de “supostas” heranças ou lucros com a participação<
>

no jogo internacional. Com esse mĂ©todo, em muitos casos, eles conseguiram enganar um nĂșmero significativo de usuĂĄrios da Internet e extrair grandes somas de dinheiro deles.

Recentemente, um homem de 58 anos reclamou que em março de 2010 havia recebido um e-mail de um homem alegando que seu pai, na Costa do Marfim da África, o havia indicado como o Ășnico herdeiro de US $ 11.500.000, com a condição de investi-lo. fora da África.

O remetente da mensagem solicitou a ajuda do reclamante, a fim de transferir o dinheiro da herança para sua própria conta bancåria, para que ele pudesse desembolså-los, prometendo como taxa a quantia correspondente em dinheiro.

ApĂłs trocas sucessivas de mensagens e comunicaçÔes telefĂŽnicas, os autores, a fim de convencer o homem de 58 anos, enviaram a ele por e-mail “supostamente” os tĂ­tulos das instituiçÔes bancĂĄrias africanas, nas quais o nome dele estava listado, como beneficiĂĄrio do valor monetĂĄrio da herança.

Com esse mĂ©todo e para “concluir” o processo de transferĂȘncia do dinheiro, eles conseguiram extrair dele sucessivamente, com vĂĄrios pretextos, a soma de 203.960 euros. O homem de 58 anos entregou o dinheiro a uma loja de transferĂȘncias em Atenas, de propriedade de um dos membros do circuito, destinada Ă  Costa do Marfim, mas os membros do circuito imediatamente o desembolsaram para Atenas.

Ontem Ă  tarde, depois de se comunicar com os autores, foi agendada uma reuniĂŁo com eles em um hotel central de Atenas, a fim de entregar 9.800 euros a eles, como “supostamente” custos adicionais para a transferĂȘncia do valor monetĂĄrio da herança.

A reuniĂŁo predeterminada contou com a presença de um nigeriano de 49 anos e um nacional de 37 anos de CamarĂ”es, que foram presos pela PolĂ­cia Financeira e pelo MinistĂ©rio PĂșblico de Crimes CibernĂ©ticos depois de receber as notas prĂ©-marcadas.

Foi iniciada uma investigação sobre a loja de transferĂȘncia de dinheiro de propriedade de um dos detidos, na qual foram presos trĂȘs outros membros do grupo criminoso, cidadĂŁos da EritrĂ©ia com idades entre 27, 31 e 22 anos, encarregados das operaçÔes da loja.

A partir da investigação da PolĂ­cia Financeira e do MinistĂ©rio PĂșblico contra o Cibercrime, na loja e nas casas dos presos, eles foram encontrados e confiscados:

– uma infinidade de cartĂ”es de celular de vĂĄrios fornecedores – nove telefones celulares – vĂĄrios passaportes falsos e trĂȘs identificaçÔes das autoridades policiais gregas e trĂȘs autoridades belgas – 40 computadores, um laptop e um disco rĂ­gido interno – vĂĄrios pedidos de asilo e licenças polĂ­ticas estrangeiros ficam, junto com selos das autoridades gregas e estrangeiras.-um cortador de precisĂŁo para fotos de passaporte e identificação notas e vĂĄrios papĂ©is brancos com notas em relevo de quinhentos e cem euros

A evidĂȘncia digital apreendida serĂĄ enviada Ă  Diretoria de InvestigaçÔes CriminolĂłgicas para exame laboratorial e investigação de e-mails e comunicaçÔes, atravĂ©s dos quais circulavam cartas fraudulentas para usuĂĄrios inocentes da Internet.

Os detidos foram levados ao Promotor de Atenas de Primeira InstĂąncia e outros trĂȘs membros do cĂ­rculo sĂŁo procurados.

O envolvimento deles em outros casos de engano dos cidadĂŁos via Internet estĂĄ sendo examinado, enquanto estima-se que os membros do circuito tenham ganho centenas de milhares de euros com suas atividades ilegais. Nesse contexto, o ComitĂȘ de Combate Ă  Lavagem de Dinheiro e Ă  Receita de Lavagem de Dinheiro foi informado.

Note-se que esse mĂ©todo de fraude on-line, tambĂ©m conhecido como “Cartas da NigĂ©ria”, Ă© um fenĂŽmeno global, com um grande nĂșmero de vĂ­timas em nosso paĂ­s, mas tambĂ©m em todo o mundo. Por esse motivo, solicita-se aos usuĂĄrios da Internet que sejam muito cuidadosos, para nĂŁo serem persuadidos por essas mensagens “tentadoras” e notifiquem imediatamente a Promotoria de Cibercrime, encaminhando essas mensagens para o e-mail [email protected], mas e por telefone na linha de denĂșncias 2412 de 24 horas. Fonte: topeiraxtiri.blogspot.com