Eles monitoram cada movimento

Inacredit√°vel: O parlamentar alem√£o Malte Spitz (foto) do Partido Verde, recorreu √† justi√ßa e, atrav√©s dele, conseguiu extrair da Deutsche Telecom (DT) as informa√ß√Ķes que ela coletou sobre ele, sem saber: sua localiza√ß√£o geogr√°fica (geogr√°fica). comprimento e largura)!

Este é exatamente o post que confirma nossos piores medos. Eles gravam coisas para nós sem que saibamos. Portanto, se as empresas estão seguindo essa prática hoje,

Amanh√£, se todo cidad√£o, al√©m de seu telefone celular, tiver uma identifica√ß√£o eletr√īnica com ele (Cart√£o do Cidad√£o), o seguinte cen√°rio ser√° aplicado:

O telefone m√≥vel “dir√°” ONDE o cidad√£o est√° e o Cart√£o do Cidad√£o – toda vez que o cidad√£o o usar – ele “dir√°” O QUE O cidad√£o est√° fazendo onde est√°! Muito menos isso, com o avan√ßo da tecnologia – se o PCP tamb√©m tiver um plinto de RFID – ele nem precisar√° de um telefone celular: o pr√≥prio PCP “dir√°” onde est√° e o que o cidad√£o est√° fazendo!

√Č por isso que dizemos: vamos tentar hoje remover o arquivo ilegal, se houver, de qualquer banco de dados, como Spitz fez na Alemanha. N√£o com o nosso consentimento para entrar e entrar na pris√£o eletr√īnica do Cart√£o do Cidad√£o!

As empresas de telefonia móvel são PROIBIDAS para registrar nossa localização geográfica. Temos o celular para se comunicar e não para ser gravado. Pela lógica simples, a prática da TD é ilegal e podemos nos opor.

Diferentemente da PCP, as a√ß√Ķes f√≠sicas e eletr√īnicas dos cidad√£os (compras de produtos, entrada de edif√≠cios, acesso √† Internet, visita de m√©dicos, compra de jornais, embarque no avi√£o etc.) ser√£o registradas no INTERNATIONALS (ou com o c√≥digo do cart√£o, facilmente √† for√ßa). interconectar) arquivos eletr√īnicos. Dessa forma, a grava√ß√£o que ser√° feita com o KTP ser√° universalmente ilegal e n√£o poderemos fazer nada para lidar com isso.

Finalmente, podemos desligar o celular sempre que quisermos, deixamos em casa, se quisermos, não compramos um celular. Mas o KTP? Especialmente se ele substituir a identificação policial, seremos capazes de desativá-la? Claro que não!

√Č por isso que dizemos N√ÉO √† PCP hoje. Se entrarmos nesse sistema, estamos acorrentados.Leia o post impressionante, veja uma aplica√ß√£o feita pelo jornal ZEIT Online com os dados do Sr. Spitz, bem como um v√≠deo relevante e, finalmente, se preocupe se voc√™ deve ou n√£o desligar seu telefone celular com mais freq√ľ√™ncia. dia daqueles que voc√™ fez at√© hoje.

PS A Autoridade Hel√™nica para a Prote√ß√£o de Dados Pessoais n√£o deveria tamb√©m lidar com o que est√° acontecendo na Gr√©cia? Voc√™ est√° dizendo que ele pode encontrar “robalo” se procurar?

A DT coletou essas informa√ß√Ķes 35.000 vezes em 6 meses! Em outras palavras, a cada 7,5 minutos, seu celular enviava um sinal sobre onde ele estava e o banco de dados registrava seu estigma!

Fonte: crimesonair.blogspot.com