El Chapo: Quem quebrou a criptografia das conversas?

O homem responsĂĄvel pela prisĂŁo do traficante “El Chapo” ou Joaquin Guzman pelas autoridades foi revelado na terça-feira.

Dois meses apĂłs o julgamento de El Chapo em Nova York, o FBI admitiu ter acesso a centenas de telefonemas feitos por Guzman e seus associados por meio de um sistema de criptografia adaptado, porque eles conseguiram entrar em contato com o administrador do trĂĄfico mexicano. El Chapo

O cientista da computação de Guzman que testemunhou o Sistema Criptogråfico Federal foi Cristian Rodriguez.

Muitas gravaçÔes foram ouvidas no julgamento, a partir de conversas em que Guzman estava discutindo acordos sobre o tråfico de cocaína, alertando seu guarda-costas para não matar um policial, e houve até uma breve conversa com um comandante da polícia corrupto.

As gravaçÔes ocorreram quando um agente federal que interpretou um gùngster russo conheceu Rodriguez em um hotel em Nova York quase um ano antes e lhe disse que precisava de um sistema para fazer ligaçÔes sem que as autoridades pudessem ouvi-lo.

Rodriguez tinha acabado de instalar esse sistema em Guzman. A rede de comunicação segura era uma rede VoIP fechada e criptografada.

A TI foi para a sede da Guzman no condado mexicano de Sinaloa e instalou o sistema. Então Guzman se conectou à rede com o Wi-Fi doméstico e fez chamadas criptografadas.

As autoridades federais, com informaçÔes de Rodriguez, conseguiram invadir a rede de Guzman, transportando os servidores do CanadĂĄ para a Holanda – alegando que era uma atualização. Mas para novos servidores, o FBI tinha as novas chaves de criptografia.

A partir desse momento, as autoridades conseguiram registrar todas as ligaçÔes de El Chapo e seu conteĂșdo era obviamente drogas.

Os detalhes foram descritos em tribunal pelo agente especial do FBI Steven Marston, que disse que, com a ajuda de Rodriguez, eles conseguiram obter mais de 1.500 ligaçÔes do sistema criptografado de abril de 2011 a janeiro de 2012.

__________________________