E-skin: transforma o corpo em uma tela em movimento [video]

Os relógios inteligentes e os aparelhos de fitness podem ser os dispositivos de vestir de hoje, mas ainda não é tarde para ver membranas extremamente finas que trarão telas digitais à superfície de nossos corpos.

Pesquisadores da Universidade de Tóquio nos aproximam de um futuro wearable, pois desenvolvem uma nova forma de pele eletrônica ou pele eletrônica, quase tão flexível e elástica quanto a pele normal. O E-skin tem a capacidade de colocar diodos emissores de luz de polímero (LEDs) na sua mão ou onde quer que você o coloque.

A pele eletrônica parece um filme plástico usado em alimentos, tem apenas 3 micrômetros de espessura e é durável o suficiente para se esticar e enrugar centenas de vezes.

Os PLEDs orgânicos criados pelos pesquisadores têm a capacidade de exibir 3 cores – vermelho, verde e azul – que são ativadas por pulsos elétricos. Em sua forma atual, a pele eletrônica é usada para projetar o pulso e a concentração de oxigênio no sangue do usuário.

Os pesquisadores dizem que ele pode ser usado em hospitais para exibir dados na mão do usuário durante uma operação. Outros usos possíveis são para atletas durante o treinamento.

Assista o vídeo:

e-skin-02-570

e-skin-01-570

Fonte