DxOMark: O Leica Q2 entre as 10 melhores câmeras

O DxOMark testou a nova câmera compacta Leica Q2, que usa um sensor Full Frame.

O motor da empresa alemã foi anunciado em 8 de março de 2019 e possui uma resolução de 47,3 megapixels e uma lente da Summilux 28mm f / 1.7 ASPH.

A DxO obteve 96 pontos, o que a coloca na mesma posição que a DSLR Pentax K-1, a Nikon D800E e a Sony A7 III sem espelho.

De fato, a pontuação de 96 pontos de acordo com o DxOMark o coloca em 10º lugar, embora seja o 7º melhor no ranking final de máquinas DxO e seja a maior pontuação que encontramos na máquina Leica (a seguir é a Leica SL Typ 601 com 88 pontos na 15ª colocação). Além disso, é a segunda melhor pontuação para uma câmera compacta, atrás da Sony Cyber-shot DSC-RX1R II com 97 pontos.

A Leica Q2 é capaz de capturar a profundidade do retrato, obtendo 26,4 pontos, assim como a Nikon D850 e a Panasonic Lumix S1R, logo abaixo do Digital Back IQ180 da Phase One, mas acima da Hasselblad X1D-50c de tamanho médio e a nova Nikon Z7.

No entanto, o Leica Q2 não se saiu tão bem em Paisagem (faixa dinâmica) e Esportes (ISO com pouca iluminação), com 13,5EV (51º lugar) e 2491 (34º lugar), respectivamente.

Nas suas conclusões, o DxOMark declara: câmeras digitais compactas com sensor de imagem Full Frame são muito raras. O Leica Q2 possui um sensor de alta resolução que o coloca no topo, juntamente com o carro-chefe Lumix DC-S1R da Panasonic e, embora não possa oferecer totalmente seu excelente desempenho, é claro que o Q2 é capaz de produzir imagens de alta qualidade – portanto estar entre as 10 melhores câmeras que tentamos, com seu ponto forte a capacidade de ter um bom desempenho em cores. Isso, combinado com a excelente portabilidade, torna o Q2 uma opção muito atraente para fotógrafos de paisagem, estrada e viagens.

Lembramos que o Leica Q2 custa US $ 5.000.