DORO, sa√ļde p√ļblica melhor e mais barata com alta tecnologia

A Doro √© uma empresa com mais de 40 anos de hist√≥ria, mas est√° presente apenas na It√°lia desde 2014. Portanto, √© relativamente normal nunca ter ouvido falar dela; Espero, no entanto, que isso mude em breve, porque o que eles oferecem √© verdadeiramente precioso. Eles s√£o especializados em cuidados a idosos e se tornaram um neg√≥cio nos √ļltimos anos com alto conte√ļdo tecnol√≥gico – definitivamente digno da aten√ß√£o de um jornal como o Tom’s Hardware.

Alguns meses atrás eu testei o smartphone deles, um dispositivo projetado para uma finalidade específica. Seja uma ferramenta fácil de usar Para os idosos mas também, acima de tudo, tornar-se um dispositivo de segurança para o benefício de quem cuida deles.

Pode parecer simples, mas somente se voc√™ pensar superficialmente. A DORO levou essa id√©ia muito a s√©rio e, portanto, decidiu transformar a tecnologia moderna para torn√°-la realmente √ļtil para esse fim. Para isso ele tem projetado do zero, tanto o hardware quanto o software, porque essa √© a √ļnica maneira de criar um projeto verdadeiramente novo.

doro 05

Eles possuem telefones e smartphones com recursos no cat√°logo, todos projetados para serem ergon√īmicos, n√£o nas minhas m√£os ou nas suas, mas nas de algu√©m com necessidades muito diferentes. Pense nos seus parentes mais velhos, talvez que j√° tenham problemas de cabe√ßa suficientes sem ter que se preocupar com um telefone que ocasionalmente escorrega, um bot√£o de tela dif√≠cil de ver, som muito fraco ou muito alto e coisas assim.

Esse √© um desafio complexo e, para enfrent√°-lo, a Doro desenvolveu telefones com bot√Ķes f√≠sicos f√°ceis de reconhecer e entender. E ele criou uma equipe de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que revolucionou o Android para criar uma interface imediata e simples de usar. Uma interface em constante evolu√ß√£o, que j√° possui algumas melhorias em compara√ß√£o com apenas alguns meses atr√°s.

Os servi√ßos da DORO n√£o terminam no entanto com o smartphone, na verdade esse √© apenas o primeiro passo. Ainda mais importantes s√£o os softwares de assist√™ncia remota, MyDoro Manager e Connect & Care, servi√ßos j√° dispon√≠veis e que nos permitem cuidar dos idosos mesmo √† dist√Ęncia.

No Mobile World Congress 2018, a empresa mostrou os prot√≥tipos de uma nova extens√£o dessas fun√ß√Ķes, ou seja, um sistema de sensores a ser instalado em resid√™ncias. Ele nos falou sobre isso Mauro Invernizzi, Diretor Nacional da It√°lia. Os sensores, atualmente em fase experimental, permitem monitorar as atividades dos idosos em casa e enviar um aviso se eles detectarem algo errado.

doro 03

Eventos incomuns que acionam o alarme podem ser uma estadia muito longa no banheiro, uma redução, uma mudança na atividade física, um aumento ou diminuição da frequência com que a geladeira é aberta. Todos os sinais que podem indicar que algo está errado e que permitem a cuidadores, a pessoa ou pessoas que cuidam de idosos, de intervir prontamente para se certificar de que é necessária ajuda.

A filosofia subjacente a esses servi√ßos √© que o idoso, mesmo quando est√° sozinho e n√£o totalmente auto-suficiente, pode viva melhor em casa do que voc√™ para um lar de idosos. Mas, para que isso seja poss√≠vel, √© necess√°rio garantir que, em caso de necessidade, seja poss√≠vel intervir rapidamente. DORO desenvolveu um ecossistema inteiro para atender a essa necessidade, e no norte da Europa j√° firmou contratos com servi√ßos p√ļblicos de sa√ļde, gra√ßas aos quais seus produtos e assist√™ncia (inclusive o call center) s√£o oferecidos aos cidad√£os a pre√ßos reduzidos ou gratuitos, de acordo com a faixa de renda.

doro 02

A DORO est√° atualmente negociando tamb√©m pousar em nosso pa√≠s dessa maneira, indo al√©m da simples comercializa√ß√£o de telefones – que, no entanto, s√£o normalmente encontrados nas lojas. A oferta pode ser interessante para nossas administra√ß√Ķes, porque um “gerenciado” s√™nior dessa maneira √© menos dispendioso para o sistema de sa√ļde. Invernizzi ventilou economias que podem at√© exceder 50% – estamos falando de milhares de euros todos os meses.