Doro 8031, o smartphone para idosos e tecnofóbico

O smartphone tornou-se parte de nossa vida cotidiana, um objeto tão comum que tomamos como garantido. E como é natural com o passar do tempo todo mundo quer um; isso agora inclui também categorias que antes não seria levada em consideração, como idosos e pessoas em geral que não estão familiarizadas com as tecnologias modernas.

E aqui surge um possível problema: um smartphone moderno pode parecer simples para a maioria de nós, mas todos esses ícones na tela, tantas possibilidades de tocar no errado, palavras que geralmente têm significados sombrios. São todos os obstáculos que o tornam um objeto muito complicado, que também pode instilar algum medo.

Alguns fabricantes de smartphones tentam responder com uma vers√£o simplificada da interface (Samsung, Huawey e outros). N√£o √© ruim, mas √†s vezes n√£o √© suficiente. √Č por isso que Doro encontrou um sucesso not√°vel. A empresa oferece v√°rios modelos, todos unidos por um recurso: o busca da simplicidade antes de tudo, especialmente voltado para idosos.

Uma simplicidade que, como veremos, √© resumida em um software projetado ad hoc. Sob o cap√ī, sempre existe o Android, √© claro, mas o que voc√™ encontra em suas m√£os √© um objeto muito diferente do que estamos acostumados. Para entender melhor o que √©, demos uma olhada r√°pida no Doro 8031.

Primeiro impacto

DSC 2635

1 smartphone s√≥lido, definitivamente √≥timo se voc√™ pensar no design refinado de um iPhone ou Galaxy. No entanto, tem a vantagem de garantir um aperto firme. Uma grande vantagem, de fato, considerando o p√ļblico ao qual este smartphone √© direcionado. Se eu pensar no meu av√ī de 90 anos, realmente acho que ele se preocuparia apenas com a id√©ia de manusear meu Mi 5 ou outro smartphone fino e leve. Seria dif√≠cil para ele, ele acharia muito pequeno, muito leve, muito escorregadio (sem mencionar o texto muito pequeno).

Pela mesma raz√£o, eu tr√™s bot√Ķes f√≠sicos abaixo da tela, que se referem √†s fun√ß√Ķes cl√°ssicas do Android. Falando em bot√Ķes, √† esquerda est√£o os de volume e ativa√ß√£o; bem espa√ßados e f√°ceis de identificar, eles tamb√©m t√™m a marca Brail. √Ä direita, na parte inferior, h√° alguns um para tirar fotos. Logo acima, h√° o conector microUSB.

DSC 2644 JPG

Outro bot√£o especial est√° posicionado atr√°s do telefone, onde alguns fabricantes colocam o sensor de impress√£o digital: √© usado para ativar sinais de emerg√™ncia. Por exemplo, pression√°-lo por tr√™s segundos pode ligar para um n√ļmero selecionado. √Č uma fun√ß√£o configur√°vel. Sempre atr√°s, tamb√©m encontramos a c√Ęmera principal e um slot para o alto-falante bastante poderoso.

Al√©m do telefone, na embalagem tamb√©m encontramos um par de fones de ouvido, um cabo de carregamento e um base de suporte. A inser√ß√£o do Doro 8031 ‚Äč‚Äčn√£o apenas o recarrega, mas tamb√©m ativa um modo especial que basicamente o transforma em um rel√≥gio de mesa. E, possivelmente, acorde, se definido. O local n√£o √© ideal para uma poss√≠vel chamada de v√≠deo, mas pode ser bom assistir a um v√≠deo. De qualquer forma, n√£o h√° muitos smartphones que ofere√ßam esse acess√≥rio na caixa – na verdade, √© um caso mais exclusivo do que raro.

DSC 2645 JPG

S√≥lido e bem constru√≠do, com bot√Ķes f√°ceis de encontrar, mesmo para quem v√™ pouco, o Doro 8031 ‚Äč‚Äčse apresenta como um smartphone ideal para pessoas idosas ou antitech.

Programas

A Doro criou seus smartphones com base em um projeto específico, apoiado em particular por duas colunas: a personalização da interface e aplicativo Doro Connect & Care (anteriormente MyDoro Connect).

Podemos dizer sem hesita√ß√£o que Android est√° completamente chateado e quase irreconhec√≠vel. Algo que faria os puristas rastejarem pela pele e, em geral, n√£o dir√≠amos que √© uma boa interface para os padr√Ķes usuais. Mas, mais uma vez, o ponto aqui n√£o √© “os padr√Ķes usuais”, mas sim criar um smartphone que seja simples de usar. Um objetivo que Doro alcan√ßou plenamente.

As not√≠cias s√£o vistas desde o primeiro come√ßo, com um s√©rie de telas “educacionais” que nos acompanham durante a primeira configura√ß√£o. Comparado √† primeira fase do Android, o procedimento √© mais longo, compreensivelmente, porque √© definido no modelo de perguntas e respostas. O software pergunta o que e como queremos faz√™-lo e nos oferece suas respostas. Dentro de minutos, estamos prontos para ir. √Č um momento em que √© aconselh√°vel que haja outra pessoa para ajudar, al√©m de quem realmente usar√° o telefone.

DSC 2655 JPG

Somos, portanto, confrontados com uma interface realmente incomum. Na p√°gina inicial, encontramos tr√™s bot√Ķes grandes marcados com Chamar, Visualizar e Enviar. Eles s√£o o primeiro sinal do paradigma usado por Doro no desenvolvimento de sua interface do usu√°rio; um paradigma baseado em a√ß√£o imediata. Verbos indicativos simples, na maioria dos casos, que se referem ao que eu quero fazer.

Difícil cometer um erro, portanto: se eu quiser ligar para o cara, usarei Call. Se eu quiser ver uma foto, ler ou enviar um email, usarei o modo de exibição. Se eu quero enviar alguma coisa, tocarei em Enviar. De fato, cada um desses comandos se refere a um segundo menu, no qual podemos escolher com mais precisão. Tocar em Enviar, por exemplo, abre uma nova lista com SMS, email e assim por diante; mesma coisa para monitores.

Pode parecer contra-intuitivo, e certamente é para aqueles que estão acostumados a usar um smartphone Android. Mas para aqueles que nunca fizeram isso antes e talvez nunca usaram um computador, é uma escolha adequada.

Todo o software Doro segue essa abordagem, com um resultado ao mesmo tempo simples e eficiente. Sabendo o que você quer fazer, basta seguir alguns passos simples para chegar lá. A curva de aprendizado não é íngreme nem longa, tudo para a vantagem do usuário Doro ideal.

DSC 2627

Passar de baixo para cima d√° acesso a algumas op√ß√Ķes adicionais, incluindo o aplicativo para tirar fotografias. Para alcan√ßar as configura√ß√Ķes “cl√°ssicas” do Android, s√£o necess√°rios mais alguns toques do que o normal; Tamb√©m neste caso, √© uma escolha completamente coerente. Espera-se que o propriet√°rio de um Doro simplesmente use um telefone, sem precisar definir nada. Se necess√°rio, ele provavelmente pedir√° ajuda a algu√©m – talvez apenas para instalar um novo aplicativo.

E este é precisamente o segundo pilar, incorporado no aplicativo pré-instalado Doro Connect & Care. Por meio dele, o proprietário ou um membro da família pode criar uma rede de pessoas confiáveis. Cada um deles poderá instalar o aplicativo, disponível para iOS e Android em suas respectivas lojas.

A idéia desta rede é fornecer ajuda a outras pessoas. Aqueles que precisam de algo só precisam usar o aplicativo, especificar a solicitação e aguardar que um dos outros membros se encarregue dela. Digamos que Tizio precise de duas coisas: que alguém o acompanhe ao médico amanhã à noite e que alguém o ajude a mover uma peça de mobiliário hoje. Ele fará dois pedidos, aos quais Caio e Sempronio responderão.

DSC 2646 JPG

O Connect & Care custa 2,99 euros por ano para cada rede – o pre√ßo √© absoluto, n√£o depende do n√ļmero de pessoas inclu√≠das. A empresa oferece um ano de uso gratuito, mais do que suficiente para experimentar o servi√ßo e entender se vale a pena a despesa. Considerando que poderia ser dividido em v√°rias pessoas, certamente n√£o se pode dizer que √© caro.

No geral, a interface Doro é totalmente bem-sucedida, ideal para oferecer a uma pessoa idosa que deseja um smartphone, mas também tem um pouco de medo. O smartphone Doro responde muito bem a todas as necessidades: pode ser o primeiro e depois passar para um modelo mais sofisticado, mas não necessariamente.

Ainda mais importante, talvez, é o Gerenciamento remoto. Criada em colaboração com o Team Viewer, esta função permite que você atue remotamente no seu smartphone. Parece um detalhe, mas neste contexto é crucial.

Porque se hoje o av√ī n√£o pode mais aumentar o volume ou ligar para a irm√£, √© preciso pegar o carro e ir pessoalmente ver o que acontece. Se tiver um Doro, basta ligar o PC e verificar, enquanto confortavelmente sentado em casa.

Fotografia, performances e muito mais

Observando os aspectos mais comuns, devemos observar que no caso do Doro 8031 desempenho √© bastante baixo. A interface tende a ser lenta e sem resposta – h√° alguns anos, ter√≠amos chamado de telefone “√°gil”. Por outro lado, no interior existe um Qualcomm Snapdragon 210 SoC emparelhado com 1 GB de RAM.

DSC 2633

Certamente não é o hardware mais recente, como é a versão do Android, que para na 5.1.1. Então existem 8 GB de armazenamento, dos quais cerca de 4 realmente utilizáveis, mas você pode adicionar um cartão microSD, se necessário.

A tela é um LCD da 4,5 polegadas com resolução de 480 × 845 pixelso suficiente para ver os grandes ícones e ler o texto Рque provavelmente será ampliado. Uma baixa resolução, aliás, compensa a pouca potência do hardware.

Vamos falar dos avós, que provavelmente querem tirar algumas fotos dos netos. Despretensioso, porque o Sensor de 5 megapixels não pode fazer milagres; mas certamente é adequado para uma foto rápida de lembrança.

A autonomia √© mais do que interessante; com uma √ļnica recarga, o Doro 8031 ‚Äč‚Äčcertamente pode durar pelo menos 24 horas, de acordo com nossos padr√Ķes. Mas com cen√°rios de uso diferentes e menos pesados, chega facilmente a dois, at√© tr√™s dias. Definitivamente, esse √© um aspecto crucial para um produto como esse.

Conclus√Ķes

Em termos absolutos, não recomendamos o Doro 8031, que é oferecido a um preço oficial logo abaixo de 180 euros Рmas na Amazon você pode encontrá-lo por cerca de 140 euros e no ePrice custa ainda menos. Por outro lado, devemos colocá-lo em concorrência com produtos como o Meizu M5 ou o Lenovo G4 Play.

Mas far√≠amos mal a todos: os smartphones Doro jogam em outra liga e vencedores saem sob todos os aspectos. O Doro 8031 ‚Äč‚Äč√© um telefone que, em primeiro lugar, √© manuseado com muita seguran√ßa, que se faz sentir nas m√£os (por tamanho e peso) e n√£o faz voc√™ pensar que pode cair a qualquer momento. E, de qualquer forma, √© bastante resistente.

Para o bom acabamento, devemos adicionar uma interface projetada especialmente para os idosos. E ele tamb√©m fez um excelente trabalho com o software Doro. N√£o apenas porque ele criou um smartphone que todos podem usar, mas tamb√©m porque com ele ele criou uma ferramenta – Doro Connect & Care – que pode realmente facilitar a vida tanto para os idosos quanto para quem cuida deles. Por esses motivos, o Doro 8031 ‚Äč‚Äčencontra nossa total aprova√ß√£o.