Detetives inteligentes no transporte internacional

Sistemas e dispositivos “inteligentes”, capazes de saber mesmo que um cont√™iner tenha sido violado durante sua jornada de um extremo ao outro da terra, s√£o imediatamente postos a servi√ßo de frete e log√≠stica internacionais.

Em particular, espera-se que os chamados “Dispositivos de seguran√ßa de cont√™ineres” (CSDs) sejam usados ‚Äč‚Äčem um futuro pr√≥ximo.

que monitorar√° a localiza√ß√£o, condi√ß√£o e conte√ļdo dos cont√™ineres em movimento.

A utiliza√ß√£o desses dispositivos permitir√°, por sua vez, estabelecer as chamadas “pistas verdes” do desembara√ßo aduaneiro, atrav√©s das quais ocorrer√° a passagem livre de cont√™ineres equipados com refrigerantes.

J√° existe um di√°logo entre as autoridades aduaneiras dos principais pa√≠ses (Gr√£-Bretanha, EUA, China, B√©lgica, etc.) e a Uni√£o Europ√©ia (Dire√ß√£o Geral de Tributa√ß√£o e Uni√£o Aduaneira), com o objetivo de “listras verdes” para ser ampliado e introduzido no futuro a todos os costumes.

O exposto acima foi apontado durante a 4ª conferência pan-européia de novas tecnologias em transporte e logística de mercadorias (ECITL), realizada em Thessaloniki.

Tamb√©m foram apresentadas na confer√™ncia v√°rias “plataformas de informa√ß√£o e intera√ß√£o” especializadas online, que dever√£o entrar em implementa√ß√£o geral em breve.

Essas plataformas colaborativas facilitar√£o os envolvidos no transporte em a) rastreamento de carga, b) localiza√ß√£o de cargas de retorno e utiliza√ß√£o de caminh√Ķes vazios, c) troca de documentos de transporte com autoridades e outras partes interessadas ed) explora√ß√£o de outros servi√ßos gerais, como pre√ßos. , software especial etc.

Entre as inova√ß√Ķes apresentadas estavam as tecnologias para monitorar cargas especiais e “perigosas”, mas tamb√©m para otimizar o roteamento de ve√≠culos de distribui√ß√£o, novas formas de esquemas de neg√≥cios e formas de a√ß√£o para transferir os resultados da pesquisa na pr√°tica.

O organizador local da Confer√™ncia foi o Instituto Hel√™nico de Transporte do Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnol√≥gico (IMET / EKETA), co-organizado pela Universidade de Ci√™ncias Aplicadas Vorarlberg GmbH (FHV) na √Āustria.

Fonte: kathimerini.gr