Deepmind DNC: o computador que aprende da mem├│ria

A DeepMind, uma empresa de inteligência artificial, criou um computador que pode memorizar sua própria memória, analisar eventos e usar seu conhecimento para responder perguntas.

Essa ├ę uma conquista muito importante no campo da IA, pois dessa forma ser├í capaz de responder ├ás perguntas das pessoas, sem ter aprendido todas as respostas poss├şveis para todas as perguntas. Usando dados em sua mem├│ria, ele analisar├í e encontrar├í a resposta certa por conta pr├│pria.

O DeepMind, que o Google comprou em 2014, chama esse novo computador de IA de Diferencial Computador Neural. Por exemplo, este computador tem a capacidade de pegar uma árvore genealógica ou um mapa de transporte de Londres e responder a perguntas complexas.

Voc├¬ pode obter respostas para perguntas como: ÔÇťCome├žando na Bond Street, usando a linha central para uma parada e usando outro meio por 4 paradas, com qual delas terminarei? ┬╗. Isso ├ę impressionante, pois o computador usa os dados que j├í conhece para encontrar uma resposta que n├úo sabia.

Da mesma forma, ele podia entender perguntas sobre relacionamentos entre pessoas de uma fam├şlia numerosa. Voc├¬ pode assistir ao v├şdeo abaixo.

Este computador foi criado com a ajuda de redes neurais, que imitam o funcionamento do c├ęrebro humano. As redes neurais ajudaram a AlphaGo AI a derrotar o campe├úo mundial no jogo GO. Mas, para isso, o AlphaGO teve que aceitar dados de 30 milh├Áes de jogadas de jogos hist├│ricos para aprender a jogar. O DNC poderia fazer mais movimentos e coisas mais complexas por conta pr├│pria.

A DeepMind espera que o DNC, que o descreve como “uma m├íquina de conhecimento que, sem planejamento pr├ęvio, possa organizar informa├ž├Áes em eventos vinculados e us├í-las para resolver problemas”, traga mais informa├ž├Áes ao setor de TI.

Assista o v├şdeo:

mem├│ria profunda

Fonte