Códigos e criptogramas: de ontem a hoje. Parte 3 e Competição

A terceira parte de c√≥digos e criptogramas: Aqui estamos novamente em outro artigo sobre segredos, criptografia e criptogramas! Nas duas partes anteriores, vimos algumas t√©cnicas not√°veis ‚Äč‚Äčdos s√©culos passados, que sem d√ļvida influenciaram as formas modernas de criptografia.criptogramas de criptografia-2 criptogramas

Parte 1

Parte 2

Neste artigo, examinaremos formas mais modernas de criptografia e começaremos nosso relatório começando com Samuel Morse, cujo sobrenome está vinculado ao código Morse sobre o qual todos ouvimos falar.

O alfabeto do código Morse.  1922O alfabeto do código Morse. 1922

Em meados do s√©culo 19, a tecnologia come√ßou a ser aplicada √†s comunica√ß√Ķes, afetando diretamente a criptografia. Os programadores aproveitaram a oportunidade e come√ßaram a procurar novas maneiras de manter uma mensagem secreta.

A revolu√ß√£o ocorreu em 1844, quando o inventor americano Samuel Morse construiu a primeira linha telegr√°fica, cobrindo uma dist√Ęncia de cerca de 60 quil√īmetros, entre Baltimore, Maryland e Washington.

Em 24 de maio do mesmo ano, Mors enviou o famoso telegrama b√≠blico ‚ÄúTudo o que Deus fez“, Do tribunal da Suprema Corte em Washington ao assistente de Alfred Weil em Baltimore.

Samuel Morse (1791-1872)Samuel Morse (1791-1872)

No código Morse, a mensagem teria sido transmitida (em grego), como mostrado abaixo:

— –..—- – .. —-.-. . — … … .- .–. .-. – -. .- … -.-. ….

A comunica√ß√£o el√©trica de longa dist√Ęncia agora era poss√≠vel e marcou uma revolu√ß√£o que teria um grande impacto na sociedade. Logo as empresas come√ßaram a aplicar a tecnologia para fechar neg√≥cios imediatamente, jornais para a velocidade da coleta de not√≠cias e minist√©rios para a comunica√ß√£o nacional e internacional.

Em algumas d√©cadas, uma densa rede de cabos telegr√°ficos atravessou todos os oceanos do aqueduto, tornando a comunica√ß√£o verdadeiramente instant√Ęnea em todo o mundo.

5m criptogramas criptogramas criptogramas criptogramas criptogramasDispositivo de telégrafo de Morse.

Apesar de sua velocidade, no entanto, o telégrafo tinha uma falha muito séria: A falta de segurança!

Morse havia desenvolvido um sistema de toques curtos e longos para enviar mensagens pela rede, mas seu livro de c√≥digos era compartilhado, por isso era in√ļtil para segredos.

Em 1853, um artigo na edição em inglês da Quarterly Review ilustrou o problema:

Também devem ser tomadas medidas para evitar uma significativa

uma objeção que existe hoje em relação ao envio de correspondência pessoal por telegrama,

de violar qualquer segredo, porque, em qualquer caso, pelo menos meia d√ļzia de pessoas

eles precisam conhecer cada palavra que uma pessoa endereça a outra.

E eles não estavam errados, exceto pela equipe do telégrafo que estava lendo e transmitindo as mensagens, e qualquer pessoa que possuísse um receptor simples podia ouvi-las. Percebendo esse problema, dezenas de pessoas começaram a inventar seus próprios criptogramas supostamente invioláveis.

O processo era simples, o texto seria criptografado usando um método e o texto gerado seria enviado com o código Morse. Portanto, tanto os funcionários quanto os aspirantes que ignorariam as mensagens não veriam nada além de inconsistências.

Um dos primeiros serviços adaptados à nova tecnologia foi o militar, todas as mensagens militares importantes foram criptografadas usando a antiga criptomoeda multifacetada Wiesener, o inviolável chiffre indechiffrable (criptograma não decriptografável).

Como entendemos, o telégrafo revolucionou a criptografia e trouxe de volta após 450 anos, durante os quais prevaleceram códigos e nomes, a arte de criptogramas!

Blaise de Wiesener e Charles Babbage.

Naturalmente, eu pessoalmente a abraço universalmente, nada no desenvolvimento tecnológico moderno veio da partenogênese! Eu imagino que lendo esses três artigos descrevendo várias técnicas de criptoanálise ao longo dos séculos, você descobriria por si mesmo.

Com a criptoanálise, repetimos técnicas antigas ou medievais, adaptadas às habilidades tecnológicas de cada época.

Como mencionamos no artigo anterior, Ioannis Trithemios foi um dos primeiros a usar uma tabela para criar um criptograma multifacetado. O que acontece agora quando alguém usa essa tabela para definir uma chave, sem a qual você não consegue descobrir por onde começar? Ele não era outro senão Wiesener.

Vamos direto a um exemplo para entender o que Wiesener fez em 1549. Digamos que queremos criptografar a mensagem “.EVITAR O NORTE“com Criptogramas de Wiesener:

criptogramas de bizener criptogramas

Usamos qualquer palavra como chave (no nosso caso, escolhi a palavra “C√ďDIGO‚Äú) E escrevemos quantas vezes for necess√°rio na escala da frase que queremos criptografar, como mostrado no exemplo acima.

Ent√£o olhamos para a pintura de Trithemios

criptogramas trith

O que fazemos √© o seguinte, voltamos √† primeira linha da tabela e encontramos a primeira letra da frase para criptografia, ou seja, em nosso exemplo ( EVITAR O NORTE) a carta “UMA“. A letra correspondente da chave, como mostrado na tabela acima, √© a letra “K“, Entendemos para baixo seguindo as letras at√© encontrar a letra”K‚ÄĚE com o que √© cruzado, escrevemos. (Na carta “UMA“Existe uma exce√ß√£o porque n√£o h√° coluna √† esquerda, ent√£o escrevemos”K“).

Vejamos um exemplo adicional. A segunda letra da proposta de criptografia (EVITAR O NORTE) √© o “Pi“, A letra correspondente da chave √©”Oh“, Ent√£o voltamos √† primeira linha, encontramos o”PiE des√ßa at√© encontrarmos a primeira coluna a “Oh“. A letra com a qual ela cruza √© a letra criptogr√°fica, ou seja, “A“.

Al√©m disso, a terceira letra de nossa frase √© a letra (EVITAR O NORTE)A“. Voltamos √† primeira linha e procuramos “A“. Descemos at√© encontrar a letra com a qual ela cruza com a letra da primeira coluna “D‚Äú, A terceira letra da chave. E essa √© a letra “ő£“. E assim por diante.

Babaz √© mencionado como o homem que quebrou o terr√≠vel criptograma de Wiesener que usa a chave autom√°tica, ou seja, incorpora a frase criptografada na chave. N√£o faremos an√°lise de c√≥digo nesse caso, porque o artigo ser√° enorme. Certamente, a criptografia deste m√©todo n√£o √© feita usando a an√°lise de frequ√™ncia que vimos em um artigo anterior. A descriptografia √© baseada em fatores. O fator mais comum indica o n√ļmero de letras na chave. Um processo que pode levar dias.

Mais dois artigos que complementam a criptografia e remessa de código Morse podem ser encontrados aqui: Primeiro Segundo

A competição

A competi√ß√£o √© dirigida aos nossos “entediados” e n√£o-leitores, que t√™m o luxo de dedicar parte do seu tempo livre a participar de outra competi√ß√£o do iGuRu.gr que descobre os criptogramas! O concurso de hoje ser√° um pouco mais complicado que o anterior, porque voc√™ tem que vir √† minha mente e adivinhar a palavra-chave (o que significa que haver√° ajuda) para descriptografar a mensagem criptografada.

Sugeri ao gerente que os cinco primeiros que respondessem corretamente me levassem para jantar, mas ele respondeu que isso n√£o √© do interesse de nosso p√ļblico, damos presentes, n√£o tiramos vantagem.

Então decidimos, depois da pressão, que eu aceitei conceder cinco licenças do programa a seguir (aqui está a revisão) aos cinco primeiros que enviarão por e-mail a resposta para georgios.koliou[at]secnews.gr ?

O enredo √© o seguinte. Recebemos a seguinte mensagem no c√≥digo Morse (caracteres gregos):– .-. -.‚Äď -.-. -.-. -.-. ‚Ķ -..- .– .. .‚Äď. -.- -. .-. — -. – .. .– – – .. .. .- .-. . ..-. ‚Äď.- -.‚Äď. .. .-. .- .. ..-. – ‚Äď.- .‚Äď‚Äď .‚Äď ..-. ..-. – … – .. .. – … -.-

Código Morse (PDF).

Qual é criptografado com uma chave. A chave é o sobrenome (em caracteres gregos atribuído pela wikipedia) de um herói da Segunda Guerra Mundial que foi criticado por sua natureza controversa, mas sua contribuição para o fim da Segunda Guerra Mundial foi enorme.

Fizemos ampla refer√™ncia a essa pessoa aqui no iGuRu. Seguindo as instru√ß√Ķes no artigo acima e encontrando a chave pr√≥pria, voc√™ ser√° capaz de decifrar a frase!

Boa sorte!

1¬ļ vencedor: Ioannidis Lazaros

2¬ļ vencedor: Akasidis Athanasios

3¬ļ vencedor: Thymaras Eleftherios

Solução