Coca-Cola participa do boicote ao Facebook

A Coca-Cola começarĂĄ a participar do boicote do Facebook com uma pausa em todos os anĂșncios atravĂ©s da rede social a partir de 1Âș de julho de 2020.

A Coca-Cola Company encerra todos os seus anĂșncios digitais nas plataformas de mĂ­dia social hĂĄ pelo menos 30 dias desde 1Âș de julho, anunciou a empresa na noite de sexta-feira.

A medida é parte de um boicote mais amplo ao Facebook e Instagram, organizado pela Liga Anti-Difamação, NAACP e outras organizaçÔes que apóiam o Stop Hate For Profit.

De fato, a Coca-Cola parece estar dando um passo adiante e cortando todos os anĂșncios em todo o mundo a partir de plataformas de mĂ­dia social, nĂŁo apenas no Facebook e Instagram. Isso significa que o boicote afetarĂĄ o Twitter, o YouTube e outras plataformas online.

“A partir de 1Âș de julho, a Coca-Cola interromperĂĄ a publicidade em todas as plataformas de mĂ­dia social em todo o mundo por pelo menos 30 dias”, disse James Cincey, CEO da Coca-Cola Company, publicado no site da empresa.

“Dedicaremos esse tempo a reavaliar nossos padrĂ”es e polĂ­ticas de publicidade para determinar se sĂŁo necessĂĄrias mudanças internas e o que mais precisamos esperar de nossos parceiros de mĂ­dia social para se livrar do Ăłdio, da violĂȘncia e de plataformas de conteĂșdo inapropriadas”. Informaremos a eles que esperamos maior responsabilidade, ação e transparĂȘncia deles “.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou uma série de mudanças na política da empresa que, embora não respondam explicitamente ao boicote, parecem ter sido projetadas para lidar com muitas das críticas feitas na rede social por sua falta de mitigação do discurso de ódio. e informaçÔes erradas que apóiam o presidente Donald Trump e outras contas e påginas controversas.

Lembre-se de que o Facebook (Mark Zuckerberg) Ă© muito bom em prometer muito e fazer pouco ou nada.

No entanto, embora o boicote possa causar grandes problemas no Facebook e no Instagram, por outro lado, devemos considerar que, mesmo que todos os principais anunciantes parem de anunciar por um mĂȘs, eles nĂŁo podem “estragar” o Facebook. A receita de publicidade da empresa vem de anĂșncios diretos de pequenas e mĂ©dias empresas.

A campanha Stop Hate For Profit começou na semana passada, com empresas de roupas populares como The North Face e Patagonia. Desde entĂŁo, ele ganhou as impressĂ”es e muitas participaçÔes e apoio de outras empresas americanas. Na sexta-feira, a Honda anunciou que tambĂ©m participarĂĄ da campanha e deixarĂĄ de anunciar no Facebook e Instagram a partir de julho. “NĂŁo estĂĄ alinhado com os valores de nossa empresa, baseados no respeito humano”, afirmou a empresa no Twitter.

Coca-Cola participa de boicote no Facebook foi modificada pela Ășltima vez: 28 de junho de 2020 Ă s 17:45 por giorgos