CHOQUE: Ele matou seu parceiro, jogou-a no lago e postou seu ato no Facebook

Choque na sociedade de Kastoria e Corfu com o hediondo assassinato de Andriana Gardikioti, de 22 anos, por Stathis Efstathiou, de 35 anos.

A garota era aluna do TEI de Kastoria, no Departamento de Comunica√ß√£o e Rela√ß√Ķes P√ļblicas, enquanto trabalhava como dan√ßarina em clubes para sobreviver. Os 35 anos organizaram eventos e festas em clubes em Kastoria, onde se conheceram h√° um ano.

Todos os amigos estavam conversando sobre um grande amor, mas <…>

Poucos dias atr√°s, terminou devido ao ci√ļme passivo que o homem de 35 anos teve pelo homem de 22 anos.

No dia do crime, o autor pediu à vítima que encontrasse uma maneira de falar. Ele a levou para um local deserto perto do lago. Lá eles lutaram ferozmente porque ele insistiu em encontrá-los novamente, mas ela não queria.

Segundo estimativas da polícia, o crime ocorreu em um carro e imediatamente depois o autor jogou o corpo da infeliz menina no lago, onde a chave de fenda e a faca ainda estavam pregadas.

A jovem de 22 anos mora em Kastoria nos √ļltimos anos, mas √© natural de Corfu.

Ela o amava, mas n√£o podia invej√°-lo, como confessara aos amigos. Al√©m disso, em seu perfil no Facebook, ela afirmou que estava “livre” de um relacionamento.

A mente do homem de 35 anos estava nublada, ele puxou a faca que tinha no carro e a prendeu dez vezes no peito de sua amada. Então ele pegou uma chave de fenda e bateu no pescoço dela.

Ele então a jogou no lago e partiu na direção de Kilkis. Ao chegar em Kilkis, a polícia viu o carro, considerou-o suspeito e fez um gesto para ele parar.

Ele desenvolveu velocidade e seguiu uma perseguição, conforme relatado pelo Boletim de Imprensa da Polícia, seu carro se desviou do curso e caiu em um poste da PPC.

A polícia no carro encontrou vestígios de sangue e cabelo no cabelo da garota.

O agressor foi levado ao Hospital Geral de Kilkis, onde está sendo tratado sob guarda. Ele próprio confessou seu ato à polícia e revelou a eles o local onde o crime havia ocorrido.

O perfil do suposto autor do crime hediondo em Kastoria est√° circulando na Internet, onde aparentemente, logo ap√≥s o assassinato, ele postou seu ato no Facebook, anexando o perfil da garota infeliz. O jovem que matou e jogou o estudante de 22 anos no lago da regi√£o, declara em seu perfil: “Sinto muito; desculpe; o que aconteceu agora n√£o muda; eu te amei; eu te amo; eu te amo e continuarei a amar voc√™ meu Mau !!” ! 1 ano inteiro juntos e de agora em diante para sempre at√© a eternidade juntos! Tenha uma boa viagem e eu vou com voc√™! Afinal, h√° 1 ano, ele nunca se deixou em paz.Eu vou (meu Nihe-Nihe).

No site que ela mant√©m no Facebook, as mensagens de amigos e estranhos da garota de 22 anos s√£o muito, muito ofensivas para ele, enquanto no site da garota seus amigos n√£o conseguem acreditar que perderam a Andriana, a “pequena borboleta”. Como ela havia colocado em seu perfil.

Os moradores da √°rea n√£o conseguem acreditar nas not√≠cias e correram para testemunhar em favor da inoc√™ncia da v√≠tima, pois era “uma garota quieta que nunca havia dado motivos para coment√°rios”, enquanto a garota era conhecida pela comunidade local no ano passado. apresentou o carnaval local.

Nas próximas horas, parentes da garota infeliz chegarão a Kastoria para identificar o corpo e levá-lo a Corfu, onde seu funeral será realizado.

Aqui você pode ver os perfis do agressor e da garota infeliz. Veja o que as pessoas escrevem no perfil do agressor.

De acordo com informa√ß√Ķes do EL.AS. A mulher de 35 anos, antes ou depois do assassinato e no dia 16 do m√™s, supostamente a for√ßou a enviar fotos dos dois em seu perfil, intitulada 16 de dezembro de 2011, postando fotos com seu parceiro e autor do assassinato.

O perfil do agressor no Facebook:https://www.facebook.com/stathis.eustathiou

O perfil do infeliz aluno:

https://www.facebook.com/adriana.gardikioti

O an√ļncio oficial da pol√≠cia pelo assassinato do jovem de 21 anos

O assassinato de uma mulher de 21 anos, cometido nas primeiras horas da manhã de 16.12.2011, foi investigado por policiais do Departamento de Segurança de Kilkis com a assistência de seus colegas da Sub-Diretoria de Segurança de Kastoria e do Departamento de Polícia de Kilkis Polykastro.

Um cidadão de 35 anos foi preso ontem (16.12.2011) à tarde em Kilkis, identificado como o autor do assassinato contra o jovem de 21 anos.

Inicialmente, em Polykastro, Kilkis, policiais do Departamento de Pol√≠cia de Kilkis Polykastro consideraram o ve√≠culo conduzido pelo suspeito de 35 anos e tentaram chec√°-lo. O piloto de 35 anos desenvolveu velocidade e seguiu uma persegui√ß√£o, como resultado da qual ele, depois de uma dist√Ęncia de cerca de um quil√īmetro e depois de desviar-se de seu curso, colidiu com um pilar do PPC.

A busca do veículo revelou traços de sangue e cabelos em vários locais dentro dele, que não foram justificados pelo acidente de carro.

O motorista do veículo foi transportado para o Hospital Geral de Kilkis devido a uma lesão grave, enquanto a investigação preliminar para uma investigação mais aprofundada do caso foi realizada pelo Departamento de Segurança de Kilkis em colaboração com a Sub-Diretoria de Segurança de Kastoria.

A investigação policial do Departamento de Segurança de Kilkis revelou que o mencionado cometeu um assassinato premeditado com uma faca e uma chave de fenda contra o jovem de 21 anos nas primeiras horas da manhã de 16 de dezembro de 2011 em Kastoria. Ele então deixou seu corpo perto do lago Kastoria, encontrado hoje, nas primeiras horas da manhã, por policiais do Departamento de Segurança de Kastoria.

O homem de 35 anos, que confessou suas a√ß√Ķes, est√° sendo tratado sob guarda e ser√° levado a um promotor competente do Tribunal de Primeira Inst√Ęncia. A investiga√ß√£o preliminar est√° sendo continuada pela Sub-Diretoria de Seguran√ßa de Kastoria.

Fonte: http://www.spynewscy.com