China est√° bloqueando o aplicativo Android novamente

A censura na Internet continua

O relacionamento tenso do Google com o governo chinês parece tudo menos calmo, pois ficou conhecido que a Android App Store não está disponível para muitos usuários na China e alguns podem ter acesso, mas com muito atraso.

“Bloqueado na China”, um site que examina quais URLs est√£o dispon√≠veis nas cinco principais prov√≠ncias,

confirma o bloqueio do market.android.com.

Esta não é a primeira vez que o Android Market é bloqueado na China. As queixas de insatisfação de vários proprietários de celulares descontentes que não têm acesso à loja podem ser detectadas em 2009.

Por outro lado, as lojas domésticas de aplicativos on-line da China são um consolo para os usuários e, de fato, os aplicativos são oferecidos gratuitamente. A prova de que muitos proprietários estão recorrendo a eles sugere que poucos são os que se inscrevem no site oficial, o que é algo que agrada ao Google, mas, por outro lado, é também uma saída para seus clientes.

Embora todo o caso possa ser um problema tempor√°rio, o √ļltimo incidente √© uma fonte de novo desconforto para a empresa. Ao mesmo tempo, al√©m da presen√ßa desses “pequenos problemas”, ser√° convocado para lidar com o novo sistema operacional que prepara a admira√ß√£o rival nos motores de busca eletr√īnicos Baidu, Qiushi, que segundo rumores se baseiam no Android.

Tamb√©m h√° relatos de problemas com o acesso aos servi√ßos do Gmail e do Google Talk. No in√≠cio deste ano, o governo chin√™s foi for√ßado a negar novas alega√ß√Ķes de que havia tentado obter acesso √†s contas do Gmail pertencentes a altas autoridades americanas.

Por fim, a rede social Google + permanece bloqueada na China, completando a lista negra, Great Firewall (GFW), na qual encontramos o Twitter e o Facebook.

Fonte: newsbeast.gr