Canonical suportar√° bibliotecas de 32 bits no Ubuntu

Inicialmente, a Canonical teve a ideia de parar de oferecer suporte a bibliotecas de 32 bits no Ubuntu, o que parecia muito interessante no final de uma era.

Porém, mais tarde, a Canonical anunciou que, com o lançamento do Ubuntu 19.10 em outubro, deixaria de usar permanentemente o suporte a computadores de 32 bits, e desenvolvedores e usuários começaram a se opor.

Aparentemente, os protestos em andamento ocorreram. A Canonical ouviu os usu√°rios e mudou de rumo.

Graças ao grande feedback dos gamers, do Ubuntu Studio e da comunidade WINE neste fim de semana, mudaremos nosso design e criaremos os pacotes selecionados de i386 de 32 bits para o Ubuntu 19.10 e a versão 20.04 LTS.

Can√īnico

Ent√£o, quando a Canonical parou de ter o Ubuntu Linux ISO em 32 bits e n√£o reagiu. Ent√£o, quando ele anunciou o fim do suporte para bibliotecas de 32 bits, n√£o esperava que fosse t√£o perturbador.

A Canonical disse:

Ap√≥s o lan√ßamento do Ubuntu 18.04 LTS, tivemos extensas discuss√Ķes atrav√©s da lista Ubuntu-devel e realizamos consultas detalhadas com a Valve sobre o assunto. Nenhuma dessas discuss√Ķes mostrou que haveria um problema e, por isso, sentimos que t√≠nhamos o consentimento de alterar o Ubuntu 20.04 LTS.

Assim, a equipe de engenheiros do Ubuntu “chegou √† conclus√£o de que n√£o devemos continuar com o i386 como arquitetura”, explicou Steve ‘Vorlon’ Langasek, programador s√™nior de software do Ubuntu.

Como resultado, o i386 não será incluído como arquitetura na versão 19.10, e em breve iniciaremos o processo de desativá-lo na série Eoan na infraestrutura do Ubuntu.

Se você realmente precisar dessas bibliotecas para um programa específico, a Canonical sugeriu que você baixe e instale-as como pacotes de software como o Snap, que incluirá todas as bibliotecas necessárias para um programa específico.

N√£o parece ser um problema, pois n√£o? Erro

O desenvolvedor do Ubuntu Will Cooke explicou que “386 √© cerca de 1% da base de instala√ß√£o do Ubuntu”, mas os problemas em potencial s√£o maiores.

Embora o sistema operacional de 32 bits seja antigo, verifica-se que as bibliotecas de software de 32 bits vivem e reinam, em alguns programas muito populares – principalmente jogos – que muitos ainda usam.

Em particular, o criador da popular plataforma de jogos Steam, Valve, disse no Twitter:

O Ubuntu 19.10 e vers√Ķes futuras n√£o ser√£o oficialmente suportados pelo Steam nem ser√£o recomendados para nossos usu√°rios. Mudaremos nosso foco para uma distribui√ß√£o diferente.

WINE Рum programa que é frequentemente usado para executar aplicativos Windows no Linux, enfrenta exatamente o mesmo problema.

Por isso, a Canonical decidiu que “√© relativamente f√°cil alterar nossos projetos e permitir o Ubuntu 20.04 LTS 32 bits em aplicativos onde h√° uma necessidade especial”.

A Canonical tamb√©m afirmou que “trabalha com as comunidades WINE, Ubuntu Studio e Valve para usar a tecnologia de cont√™ineres em bibliotecas de 32 bits”. Portanto, deve ser poss√≠vel executar aplicativos mais antigos em vers√Ķes mais recentes do Ubuntu. “

Ent√£o, aparentemente, voc√™ n√£o precisa se preocupar com as pr√≥ximas vers√Ķes do Steam no Ubuntu. O Linux de 32 bits sobreviver√° por pelo menos mais alguns anos.