Cabeçalhos de rastreamento que monitoram smartphones por fornecedores

Rastreando cabe√ßalhos: a Internet m√≥vel ainda est√° em ascens√£o e √© usada por centenas de milh√Ķes de pessoas em todo o mundo que desejam acessar a Internet a partir de seus dispositivos m√≥veis. Os an√ļncios para celular tamb√©m est√£o aumentando, pois na Internet para celular h√° um desejo de rastrear usu√°rios, melhorar o desempenho ou direcionar melhor os an√ļncios. Cabe√ßalhos de rastreamento de smartphones

Uma maneira de rastrear dados da Internet m√≥vel √© diretamente dos provedores de telefonia m√≥vel. Em 2014, ficou claro que duas grandes empresas de telefonia m√≥vel nos Estados Unidos – Verizon e AT&T – estavam injetando cabe√ßalhos de rastreamento especiais nas conex√Ķes m√≥veis de seus clientes. Esses cabe√ßalhos de rastreamento podem ser usados ‚Äč‚Äčpelos anunciantes para permitir que os usu√°rios monitorem toda a Internet.Rastreando Cabe√ßalhos

Os provedores recebem todas as solicita√ß√Ķes de usu√°rios quando est√£o conectados √† sua rede, injetando cabe√ßalhos de rastreamento especiais ou cabe√ßalhos de monitoramento que adicionam um identificador de solicita√ß√£o exclusivo (HTTP) (automaticamente e antes que a conex√£o seja conclu√≠da). Um provedor de servi√ßos da Internet pode ent√£o usar esse identificador exclusivo para rastrear usu√°rios onde quer que eles estejam na Internet.

Obviamente, esse tipo de informa√ß√£o custa muito no mercado e pode ser vendido a anunciantes que procuram maneiras de abordar o maior n√ļmero poss√≠vel de perfis de dados.

Essas informa√ß√Ķes tamb√©m podem ser usadas para alterar o conte√ļdo de uma p√°gina ou redirecionar os usu√°rios para uma p√°gina completamente diferente.

O estudo “A ascens√£o dos cabe√ßalhos de rastreamento m√≥vel: como as empresas de telecomunica√ß√Ķes em todo o mundo est√£o amea√ßando sua privacidade” (PDF) pela organiza√ß√£o de direitos da Internet (Access) afirma que o monitoramento come√ßou muito antes de 2014.

Você está preocupado ou é um daqueles que querem saber?

Am I Being Tracked é uma ferramenta on-line desenvolvida por pesquisadores da organização de direitos da Internet Access para seus estudos e os ajuda a aprender como é generalizada a injeção de cabeçalhos de monitoramento.

Basta visitar o site usando seu dispositivo m√≥vel. Antes de conectar-se ao site, desligue o seu WiFi, se estiver ligado, e clique no bot√£o “Testar agora”.

O serviço retorna resultados que informam que a rede móvel do usuário injeta cabeçalhos de monitoramento ou não.A ferramenta parece não funcionar na Grécia, pois tenta através do endereço IP identificar o provedor. Ele então analisa os cabeçalhos para descobrir se eles foram violados ou não. Em caso de alteração de cabeçalhos, registra os resultados em um banco de dados.

O que o estudo encontrou

Fornecedores em 10 pa√≠ses, incluindo Estados Unidos, Canad√°, M√©xico, China, Holanda, Espanha e China, usam os cabe√ßalhos de rastreamento. A maioria foi descoberta nos Estados Unidos, seguida por Espanha e Holanda. Quase todas as conex√Ķes testadas at√© o momento em Estou sendo rastreado incluem cabe√ßalhos de rastreamento. Alguns cabe√ßalhos de rastreamento n√£o coletam informa√ß√Ķes vitais, como n√ļmeros de telefone.

Os usu√°rios de telefones celulares t√™m muitas op√ß√Ķes para impedir esse tipo de monitoramento. Digamos que todas as conex√Ķes de local seguro (HTTPS) n√£o possam ser modificadas pelos provedores.O uso de uma rede virtual privada tamb√©m p√Ķe fim √† vigil√Ęncia e agora √© considerado a melhor op√ß√£o para impedir o rastreamento de cabe√ßalhos.