Blizzard pune jogador por apoiar manifesta√ß√Ķes em Hong Kong

Ap√≥s o final de seu jogo, Ng ‚Äúblitzchung‚ÄĚ Wai Chung, que estava jogando no Hearthstone Grandmasters, foi convidado a dar uma entrevista que n√£o foi t√£o bem. O blitzchung apareceu na transmiss√£o ao vivo com uma m√°scara e rapidamente a entrevista deu outra volta depois que o jogador tirou a m√°scara e gritou “Liberte Hong Kong, a revolu√ß√£o da nossa gera√ß√£o”.

Imediatamente, a transmiss√£o ao vivo recebeu uma mensagem publicit√°ria e, desde ent√£o, os videogames n√£o estavam dispon√≠veis. Para quem n√£o conhece, Hong Kong tem sido atormentada por enormes protestos contra o governo chin√™s nos √ļltimos meses. Uma grande parte da popula√ß√£o foi √†s ruas e bloqueou aeroportos.

A Blizzard rapidamente se posicionou sobre o assunto, banindo a blitzchung do jogo e os Grandmasters, que foram contra as regras. A Blizzard decidiu que o jogador n√£o receberia nenhuma compensa√ß√£o da Grandmasters Season 2, enquanto ao mesmo tempo ele foi removido da liga e foi exclu√≠do da competi√ß√£o por um ano. Al√©m do jogador, no entanto, a Blizzard decidiu parar de trabalhar com os dois jogadores, pois parece que eles o encorajaram dizendo “Diga as oito palavras, ent√£o encerraremos a entrevista imediatamente”.

Fonte 1 Fonte 2