Avaliação do Huawei Mate 9 Pro

Huawei Mate 9 Pro

Um smartphone muito bom e de alta qualidade, tira boas fotos, mas tudo isso tem seu preço.

81aCz21qimL SL1500

Introdução

A fam√≠lia Companheiro A Huawei √© um ponto de refer√™ncia, h√° alguns anos, para os consumidores que procuram um dispositivo sofisticado para especifica√ß√Ķes e materiais, mas que tamb√©m possui um Tela grande.

31052017 DSC 9425

De fato, o Mate 8, como seus antecessores, possui uma tela de 6 polegadas (aqui a an√°lise), enquanto o Mate 9 chega a “apenas” 5,9 polegadas, como vimos na revis√£o relacionada. Portanto, √© uma surpresa descobrir que o Mate 9 Pro possui uma tela menor, com uma diagonal de 5.5 polegadas. Uma escolha que √© pelo menos contra a corrente.

A palavra “Pro” no nome poderia, portanto, fazer algu√©m torcer o nariz, mas esse √© um daqueles casos em que √© bom parar por um momento antes de julgar. O modelo que testamos oferece uma tela com resolu√ß√£o de 1440 √ó 2560, que oferece o dobro do espa√ßo em compara√ß√£o com o FullHD do Mate 9 normal. Isso significa visualizar mais informa√ß√Ķes por tela, o que √© particularmente √ļtil para quem l√™ e escreve e-mails durante todo o dia, por exemplo.

A tela tamb√©m √© um AMOLED em vez de um IPS LCD. Oferece cores excelentes e pretos profundos, mas acima de tudo √© muito mais leg√≠vel quando est√° fora ou em condi√ß√Ķes de luz n√£o ideais. Veremos outros aspectos que tornam o Mate 9 Pro melhor que o modelo b√°sico do Mate 9.

estética

Splendido. Poderíamos parar com essa palavra para descrever a estética do Mate 9, com acabamento perfeito em todos os detalhes. As linhas curvas são precisas e elegantes, e dificilmente se encontra o ponto onde o vidro e o metal se juntam.

Na parte frontal, o Mate 9 Pro é protegido por vidro com curvatura 2.5D e quando a tela é ligada, você pode ver molduras bastante finas. Na verdade, temos um smartphone muito compacto, pelo menos na categoria de 5,5 polegadas. Mede 152 x 75 x 7,5 mm e pesa 169 gramas. Para comparação, considere que um iPhone 7 Plus mede 158,2 x 77,9 x 7,3 mm e pesa 188 gramas. O modelo da Apple, considerado por muitos como um ponto de referência, realmente parece um gigante em comparação com este elegante Huawei.

31052017 DSC 9427

A tela em si é curvada, nas linhas falsas do Samsung Edge e do recente Galaxy S8. Uma semelhança que de fato chama a atenção imediatamente, tão forte que, à primeira vista, um poderia trocar um modelo pelo outro.

Al√©m do vidro, o restante do Mate 9 Pro est√° presente alum√≠nio. Com detalhes feitos com alta precis√£o, como tamb√©m pode ser visto nas fotografias. √Ä direita, temos o bot√£o de volume e o bot√£o de ativa√ß√£o, enquanto √† esquerda, encontramos a gaveta para acomodar dois cart√Ķes SIM. Em vez disso, n√£o h√° espa√ßo para um microSD, mas a mem√≥ria dispon√≠vel √© abundante, portanto n√£o deve ser um problema.

Abaixo encontramos Conector USB-C, uma grade para o alto-falante e a tomada. O lado superior abriga a porta de infravermelho, a ser usada se você quiser transformar o Mate 9 Pro em um controle remoto universal.

31052017 DSC 9464

Em geral, no entanto, temos um design muito semelhante ao do Mate 9, bem como o Galaxy S8 (escusado será negar). Exceto por um detalhe pequeno, mas muito relevante: o sensor de impressão digital está posicionado ao lado do botão Início. Esse detalhe facilita o uso, porque é fácil alcançá-lo com o polegar. Também torna interessante o uso do sensor como ferramenta de navegação Рuma função que pode ser ativada pelo software, como veremos.

Tela e √°udio

A tela AMOLED de 5,5 polegadas é um dos de alta resolução, 1400 × 2560, comumente chamado de 2K Рuma definição inadequada porque, mais corretamente, essa é uma tela QHD, mas esse não é o lugar para uma discussão sobre os termos.

Como outros pain√©is AMOLED, o do Mate 9 pro oferece pretos praticamente perfeitos, alto contraste e grande visibilidade externa. √Č um painel de muito alta qualidade com o qual poucos outros top de linha podem competir, sejam eles OLED ou IPS LCD.

Em rela√ß√£o ao √°udio, o Mate 9 Pro possui uma boa quatro microfones, o que deve garantir um desempenho cristalino. De fato, durante nosso teste, nosso interlocutor sempre nos ouviu perfeitamente, mesmo quando o sinal era fraco. Os alto-falantes est√©reo, que s√£o ativados com o dispositivo no modo panorama, retornam uma qualidade mais do que boa para reproduzir v√≠deos ou fazer chamadas de v√≠deo. Para a reprodu√ß√£o de m√ļsica, no entanto, o conselho √© sempre usar fones de ouvido; os inclu√≠dos no pacote n√£o s√£o ruins, mas, dado o pre√ßo que gostar√≠amos melhor.

31052017 DSC 9454

Os quatro microfones s√£o necess√°rios tamb√©m para gravar v√≠deos, porque eles permitem “focalizar” a grava√ß√£o de √°udio na dire√ß√£o tomada pelo telefone. Tamb√©m neste caso, o resultado √© apreci√°vel e o ru√≠do externo √© ligeiramente atenuado. N√£o h√° necessidade de esperar milagres, mas para os microfones integrados a um smartphone √© um √≥timo resultado.

Desempenho e autonomia

Dentro do Mate 9 Pro, encontramos o poderoso SoC Kirin 960 produzido pela pr√≥pria Huawei por meio de sua subsidi√°ria HiSilicon. √Č o processador mais poderoso desta empresa, no qual encontramos 4 n√ļcleos Cortex-A73 a 2,36 GHz e o mesmo n√ļmero Cortex-A53 a 1,84 Ghz. Os gr√°ficos s√£o confiados a uma GPU Mali-G71MP8 e o Mate 9 Pro n√£o perde muito bem 6 GB de RAM. O espa√ßo de armazenamento, 128 GB, deve ser suficiente para qualquer pessoa e eles n√£o sentem a falta de um microSD: existem muitos aplicativos, uma boa cole√ß√£o de m√ļsicas para levar em movimento e tamb√©m querem alguns Netflix ou downloads semelhantes para enfrentar uma viagem avi√£o.

31052017 DSC 9473

Os resultados do benchmark s√£o naturalmente muito altos, mas o que importa √© o efeito pr√°tico: no uso di√°rio, o Mate 9 Pro √© rel√Ęmpago r√°pido em todas as atividades. Nunca diminua a velocidade, nunca espere muito, nunca perca uma foto porque a c√Ęmera n√£o √© r√°pida o suficiente. De fato, neste √ļltimo ponto, o disparo “on the fly” √© muito √ļtil, o que pode ser feito pressionando Volume Down ou Volume Up duas vezes: a partir da tela desligada, voc√™ dispara em 1 segundo. Em resumo, do ponto de vista do desempenho, nada tem a invejar a ningu√©m.

Os servi√ßos puramente telef√īnicos tamb√©m s√£o excelentes: a recep√ß√£o est√° acima da m√©dia em termos de cobertura 4G e conseguimos navegar em alta velocidade em locais onde outros smartphones estavam subindo para um padr√£o mais baixo. Igualmente v√°lida √© a recep√ß√£o do sinal b√°sico para chamadas. O Mate 9 Pro suporta todas as bandas usadas na It√°lia, para que voc√™ possa us√°-lo com seguran√ßa com qualquer operador.

Quanto √† autonomia, temos uma generosa Bateria de 4.000 mAh, combinado com v√°rias fun√ß√Ķes de software projetadas para reduzir ao m√≠nimo o consumo. O resultado √© que, com uso muito intenso, o Mate 9 Pro funciona das 06:00 √†s 22:00 sem problemas, chegando ao final da corrida com uns 30% residuais silenciosos, √†s vezes at√© mais.

31052017 DSC 9451

Isso com três contas de email ativas (Gmail), Slack, Twitter, Facebook e Whatsapp conectadas continuamente. Alguns minutos do Youtube, um pouco de jogos, vários minutos de audição com o Google Play Music e um uso quase constante do Facebook Page Manager. Em resumo, o Mate 9 Pro possui uma autonomia decididamente acima da média e, em cenários de uso menos intenso, pode alcançar com segurança 48 horas.

O carregador rápido compatível está incluído no pacote. Nesse sentido, deve-se ter em mente que a carga rápida da Huawei é chamada Super Charge e não é oficialmente compatível com os carregadores QuickCharge compatíveis com os produtos Qualcomm.

Programas

O Mate 9 Pro √© um smartphone Android 7 com personaliza√ß√£o EMUI 5.0. Para quem ainda n√£o conhece esta vers√£o do Android, vale ressaltar que a Huawei revisou profundamente a apar√™ncia do sistema operacional e o tornou um pouco mais semelhante ao iOS da Apple. Uma semelhan√ßa que √© mais evidente na tela de configura√ß√Ķes e na Casa, sem a gaveta tradicional – que, no entanto, pode ser substitu√≠da pela a√ß√£o precisa das configura√ß√Ķes.

Nesta vers√£o e neste modelo o software √© r√°pido e poderoso, com alguns pequenos erros aqui e ali. De vez em quando, aparece um aviso para nos notificar que um determinado servi√ßo Android est√° em uso e, portanto, voc√™ n√£o pode fazer uma determinada coisa. Isso seria normal se n√£o fosse esse servi√ßo em particular ativo apenas porque o estamos usando. N√£o √© um grande defeito, mas em algumas ocasi√Ķes ele realmente nos impediu de concluir o neg√≥cio.

31052017 DSC 9476

A Huawei tamb√©m adicionou algoritmos ao aprendizado de m√°quina para seus mais recentes smartphones: a id√©ia √© que o telefone aprenda os h√°bitos do propriet√°rio e prepare os dados para serem ainda mais responsivos. N√£o o usamos o tempo suficiente para notar diferen√ßas, especialmente considerando que j√° √© basicamente r√°pido. Novamente para garantir melhor desempenho, a empresa chinesa introduziu fun√ß√Ķes para fechar ou suspender automaticamente atividades em segundo plano; uma fun√ß√£o que na maioria dos casos √© satisfat√≥ria, mas √†s vezes me via restaurando um aplicativo que achava estar pronto para uso.

C√Ęmera

A Huawei optou por continuar o caminho de c√Ęmera dupla da marca Leica, e encontramos o mesmo excelente desempenho fotogr√°fico j√° visto em produtos anteriores e no recente Honor. Temos um sensor RGB de 12 MP e outro sensor B / W de 20 MP, que juntos permitem obter belas fotos mesmo com pouca luz – uma declara√ß√£o que conseguimos verificar e confirmar. A estabiliza√ß√£o √≥ptica naturalmente ajuda a obter melhores imagens com pouca luz, e a contribui√ß√£o da Leica tamb√©m √© sentida no software – especialmente no gerenciamento autom√°tico de configura√ß√Ķes.

A c√Ęmera dupla tamb√©m permite que voc√™ simule um objetivo com uma grande abertura, para fotografar com o efeito bokeh t√≠pico. O resultado √© muito semelhante ao de uma lente fotogr√°fica real, mesmo que seja um processamento de software. A “abertura grande” √© ajust√°vel em intensidade, mas entre o m√°ximo e o m√≠nimo, n√£o muda muito. Sendo um processamento de software, de fato, tamb√©m √© poss√≠vel intervir posteriormente para modific√°-lo.

Quanto √† grava√ß√£o de v√≠deos, voc√™ pode salvar em 4K usando o codec H.265, que n√£o ocupa muito espa√ßo – mas voc√™ n√£o ter√° alguns MB, √© claro, √© claro. Tamb√©m para esta fun√ß√£o est√° dispon√≠vel a estabiliza√ß√£o, juntamente com a ampla abertura e algumas fun√ß√Ķes avan√ßadas, como controle EV ou balan√ßo de branco. Em outras palavras, existem todas as ferramentas para fazer deuses v√≠deos com apar√™ncia profissional, se voc√™ fizer algum esfor√ßo para isso.

Em suma, o Mate 9 Pro √© um dos melhores “cameraphone” em circula√ß√£o, e podemos confirmar e assinar com seguran√ßa a pontua√ß√£o relatada pelo DXoMArk, que √© 85/100. De fato, pessoalmente, eu o teria recompensado ainda mais.

Conclus√Ķes

O Mate 9 Pro, como voc√™ j√° deve ter entendido, √© um smartphone fant√°stico de todos os pontos de vista. Desempenho, design, materiais, equil√≠brio, espa√ßo dispon√≠vel, qualidade da tela e fotografias. O √ļnico ponto dolorido √© o pre√ßo: no momento da reda√ß√£o deste par√°grafo (24 de maio de 2017), o Mate 9 Pro est√° abaixo de 1.000 ‚ā¨, o que √© realmente muito para um smartphone.

31052017 DSC 9440

Repetimos várias vezes que, hoje em dia, gastando no máximo 300 euros, você pode levar um telefone de alto nível com pouco a invejar até o topo da faixa. Aqui, no entanto, temos um produto de luxo que oferece o melhor que existe atualmente no mercado e é totalmente legítimo que tenha um preço um pouco acima da média.