Até 2025, haverá 2,6 bilhões de assinantes 5G

5G é vulnerável a todos os tipos de ataques

A Ericsson em seu último relatório, revelou que até 2025 haverá cerca de 2,6 bilhões assinantes. Mas vamos começar do começo, a Ericsson anunciou que eles existem no total 8 bilhões de julho a setembro, esse número aumentou em 61 milhões.

4G LTE, 3G 2G

Assinaturas 4G LTE cresceram 190 milhões e agora mais da metade do mercado foi para uma das redes mais populares até o momento. Quanto às redes 3G e 2G, as assinaturas foram reduzidas em 50 e 70 milhões, respectivamente. A Ericsson também afirma que, se excluirmos usuários com números duplos e usuários inativos, esse número alcançará 5,9 bilhões.

Segundo o relatório, China e Índia têm o maior número de assinantes (1,6 bilhões e 1,2 bilhões, respectivamente), enquanto os Estados Unidos ocupam a última posição entre as nove regiões relatadas pela Ericsson.

5G

Atualmente, o 5G é muito popular e já é possível para alguns usuários aproveitar as velocidades do novo protocolo muito rápido. A Ericsson estima que até o final do ano haverá pelo menos 13 milhões de assinantes 5G, enquanto em 2025 esse número subirá rapidamente para 2,6 bilhões de assinantes.

Quanto ao Europa, em 2025, 74% das assinaturas móveis serão 5G enquanto os 26% restantes serão 4G. Mas o mesmo não ocorre em outros continentes, como a Índia, onde o 4G LTE deve superar os usuários 3G pela primeira vez este ano. Por fim, um fator importante para a baixa taxa de redução de 2G são os altos preços dos smartphones, com a Ericsson alegando que até o final de 2019 eles serão enviados também. 13 milhões de smartphones 5G com esse número disparando para 160 milhões no próximo ano.