As pessoas que mudaram a Internet

Quando o falecido Steve Jobs falou sobre “computadores pessoais”, no final da dĂ©cada de 1980, havia muitos que zombavam dele, falando sobre “dispositivos inĂșteis” que nĂŁo interessavam ao pĂșblico em geral. A Apple colocou computadores nas casas das pessoas comuns pela primeira vez e, desde entĂŁo, a Internet se espalhou como um vĂ­rus pelo mundo.

Portanto, o maravilhoso mundo da Internet se tornou uma realidade que vai alĂ©m do mundo real em que vivemos e, por mais que ninguĂ©m admita, Ă© o Ășltimo refĂșgio da democracia.<
>

em um planeta, ele vĂȘ suas liberdades diminuindo a cada dia e mais.

Muito pode ser dito sobre o que chamamos agora de Internet. Mas o que exatamente Ă©, como Ă© definido como significado e existĂȘncia que ninguĂ©m pode capturar com precisĂŁo. Houve, haverĂĄ e haverĂĄ pessoas que mudam sua imagem, que guiam sua visĂŁo e inteligĂȘncia acessam a Internet em diferentes nĂ­veis e em diferentes caminhos.

Em nossa vida real, levou milhares de anos para o homem “digerir” que a Terra nĂŁo Ă© plana. Na Internet, no entanto, basta pensar e criar software relevante. Dentro de 24 horas, toda a histĂłria pode ser alterada


De alguma forma, o newpost.gr presta homenagem Ă s pessoas que mudaram a face da Internet com um Ășnico pensamento, enquanto mudavam nossa realidade.

Tim Berners – Lee (Internet)

Ele Ă© o pai da World Wide Web. Se nĂŁo fosse por esse homem, todos os outros pioneiros da lista hoje podem ser carpinteiros ou advogados.

Era Natal de 1990, quando Tim Berners Lee fez a primeira conexĂŁo bem-sucedida da Internet entre o protocolo http e o servidor.

A partir de então, a World Wide Web se espalhou de Nova York a Tóquio e da África do Sul à Islùndia.

Larry Page e Sergey Brin (Google)

Os dois estudantes da Universidade de Stanford tiveram uma idéia simples e muito simples. Criar uma ferramenta que colocaria uma classe no caos da Internet.

Imagine ir a uma biblioteca pĂșblica. Como vocĂȘ saberia qual livro Ă© onde, se nĂŁo houvesse as pessoas certas para documentĂĄ-lo e organizĂĄ-lo? Foi exatamente isso que os dois amigos fizeram, criando a maior pesquisa na Internet na garagem de um amigo.

Desde 1997, nada tem sido o mesmo por causa dessa idéia simples.

Mark Zuckerberg (Facebook)

Ok, havia muitas mídias sociais antes de Zuckerberg ter a ideia. MySpace, hi5. Mas ninguém conseguiu se tornar o Facebook.

Zuckerberg transformou a Internet em uma vasta mĂ­dia social com apenas 22 anos de idade, e vocĂȘ pode culpĂĄ-lo por muito, mas ninguĂ©m pode negar que hĂĄ pessoas que circulam na Internet de maneira semelhante


Jimmy Wales (Wikipedia)

Em 2001, a Internet adquiriu sua própria enciclopédia. Jimmy Wales achava que a História fora escrita pelo próprio povo, e colocou sobre a mesa a idéia de uma enciclopédia on-line onde qualquer pessoa poderia dar qualquer informação que tivesse sobre um evento histórico (ou não).

Em essĂȘncia, esta Ă© a primeira enciclopĂ©dia em que os historiadores sĂŁo marginalizados e as informaçÔes sĂŁo compartilhadas livremente por qualquer pessoa que tenha conhecimento de um pequeno detalhe.

Embora a interseção dessas informaçÔes seja questionåvel, a Wikipedia se tornou a ferramenta favorita de estudantes, professores e o mundo inteiro.

Chad Harley e Steve Chen (youtube)

Em 2005, dois amigos de San Bruno, CalifĂłrnia, criaram uma base onde todos podiam compartilhar o vĂ­deo de que gostavam com outros usuĂĄrios.

Em um ano, o YouTube se tornou a melhor ferramenta para exibir vĂ­deos amadores e profissionais, algo como a “meca” dos onipresentes manĂ­acos em vĂ­deo.

Bram Cohen (BitTorrent)

Ele Ă© o homem responsĂĄvel pela perda de downloads de filmes e mĂșsicas – e pelo debate subsequente sobre se Ă© ilegal ou nĂŁo.

Bram Cohen teve a idéia de compartilhar arquivos gratuitamente entre os usuårios, começando principalmente com material pornogråfico, mas a idéia se espalhou por toda parte, criando uma dor de cabeça para as empresas de manufatura.

Por quĂȘ; Como o entretenimento se tornou muito simples e com um simples download de torrents, vocĂȘ tem um videoclipe inteiro no seu computador!

Julian Assange (WikiLeaks)

Quando o ativismo conheceu a Internet. A figura mais controversa da década, Julian Assange não é um nerd com tecnologia e Internet.

Ele Ă© apenas um homem que viu neles a maneira pela qual o ativismo pode escapar das barreiras e se espalhar por todos os cantos do globo.

O medo e o terror dos Estados Unidos se tornaram realidade, expondo documentos secretos da diplomacia mundial, causando terremotos em nĂ­vel polĂ­tico e social.

Angelos Andreou

Fonte: newpost.gr